Tecnologia

Apple lança novo serviço de subscrição de notícias com 300 revistas

Apple News+: novo serviço de subscrição de media conta com 300 revistas
Apple News+: novo serviço de subscrição de media conta com 300 revistas

A Apple tem agora um novo serviço de subscrição de media, onde é possível ter acesso a 300 revistas e jornais. Apple News+ arranca nos Estados Unidos.

A partir da Califórnia, a Apple apresenta a sua visão para o mundo dos serviços. O já conhecido Apple News evoluiu para o serviço Apple News+, com centenas de revistas à disposição.

Ainda antes de Tim Cook entrar em palco, na apresentação que consolida a viragem da Apple para o mundo dos serviços, a Apple leva o tema ‘it’s showtime’ à letra: a apresentação começa como se fosse o genérico de um filme, onde são apresentados todos os produtos da Apple, numa espécie de ficha técnica.

Não era segredo: um dos novos serviços é dedicado ao mundo dos media, com a apresentação do Apple News+, um novo serviço que contará com 300 revistas.

“Com as notícias a serem tão importantes para nós, é crucial que sejam curadas”, começou por explicar Tim Cook, o CEO da tecnológica norte-americana. “A Apple News é a aplicação de notícias mais importante. Há um feed personalizado, que já se tornou uma das primeiras aplicações a serem abertas durante a manhã”.

Este novo serviço não mostrará apenas uma capa estática das revistas disponíveis: a diferenciação começa nas capas ‘live’, uma mistura entre a capa tradicional e uma opção de vídeo. No exemplo durante a apresentação foi mostrada uma capa da revista National Geographic com movimento, com um vídeo da ponte de Sidney, na Austrália.

O novo serviço disponibilizará também jornais de referência, como o The Wall Street Journal, ou revistas como a Wired. Uma subcrição custará 9,99 dólares, que dá acesso a todos os jornais e revistas disponíveis. Esta subscrição pode ser partilhada entre os vários membros da família, ressalva a Apple.

Um dos pontos mais aplaudidos pela audiência do Steve Jobs Teather está ligado a anunciantes: “não será possível ter anunciantes a seguirem aquilo que o utilizador lê e consome”.

Nos Estados Unidos, o serviço é disponibilizado hoje, com a disponibilização de um mês gratuito. O próximo mercado a receber o Apple News+ será o Canadá, que terá também revistas do mercado canadiano. Mais tarde, chegará à Austrália e o serviço entrará também no mercado europeu, começando no Reino Unido, até ao final de 2019.

(em atualização)

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Facebook's founder and CEO Mark Zuckerberg reacts as he speaks at the Viva Tech start-up and technology summit in Paris, France, May 24, 2018. REUTERS/Charles Platiau - RC11ABE16B10

Abusos nos dados privados pode custar ao Facebook entre 3 a 5 mil milhões

Foto: Global Imagens

Jovens licenciados portugueses com maior probabilidade de terem salários baixos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa,  intervem durante a sessão solene comemorativa dos 45 anos da Revolução de 25 de Abril na Assembleia da República em Lisboa, 25 de abril de 2019. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Presidente da República pede “mais ambição” para resolver problemas

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Apple lança novo serviço de subscrição de notícias com 300 revistas