Tecnologia

Bill Gates continua a ser o homem mais admirado do mundo

2. BILL GATES

O cofundador da Microsoft já não é o homem mais rico do mundo, mas continua a ser o mais admirado.

Bill Gates perdeu a semana passada o lugar que ocupava há sete anos consecutivos como o homem mais rico do planeta, para o empresário francês Bernard Arnault, dono da LVMH – a maior empresa de artigos de luxo do mundo. Mas, segundo a Fox Business, o cofundador da Microsoft continua a ser o homem mais admirado do mundo e o quarto mais admirado nos EUA.

O top5 dos homens mais admirados do mundo não mudou desde o ano passado, revela o estudo. Depois de Bill Gates surge o ex-presidente dos EUA, Barack Obama, seguindo-se o ator chinês Jackie Chan, o presidente chinês Xi Jinping e o CEO da Amazon, Jack Ma.

A nível mundial, o jogador de futebol português Cristiano Ronaldo surge no sétimo lugar da lista e, em décimo lugar, o atual presidente da Rússia, Vladimir Putin.

Leia ainda: Estes são os dez maiores avanços na tecnologia, segundo Bill Gates

No feminino, ganha a ex-primeira dama dos EUA Michele Obama e, em segundo lugar, surge a apresentadora conterrânea Oprah Winfrey. Na lista encontramos ainda, a rainha Isabel II, de Inglaterra, a atriz Emma Watson, a ativista paquistanesa Malala Yousafzai, a mulher do presidente chinês Peng Liyuan, seguindo-se Hillary Clinton e a farmacêutica que descobriu o tratamento para a malária Ty Youyou. Em décimo e último lugar, a cantora norte-americana Taylor Swift.

Nos EUA, o primeiro lugar pertencia até então a Barack Obama. Entre os mais admirados na América do Norte encontramos ainda o atual presidente Donald Trump, o realizador Clint Eastwood e o ator Dwayne Johnson.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(PAULO CUNHA/LUSA)

Costa espera ser primeiro-ministro 12 anos e dar início à regionalização

O novo primeiro-ministro, António Costa. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

OE2020: Costa anuncia reforço de incentivos ao arrendamento acessível

Alexandra Leitão, ministra da Administração Pública. Fotografia: António Pedro Santos/Lusa

Funcionários mais antigos podem perder dias de férias com baixas prolongadas

Outros conteúdos GMG
Bill Gates continua a ser o homem mais admirado do mundo