Leituras de verão

Dois livros de leitura obrigatória para Luís Mergulhão

Luís Mergulhão, CEO Omnicom Media Group
Luís Mergulhão, CEO Omnicom Media Group

Executivos convidados pelo Dinheiro Vivo recomendam livros, de vários géneros, para ler durante estas férias atípicas, em pandemia.

Luís Mergulhão, CEO do OmniCom Media Group Portugal, é o sexto que ao longo dos próximos 20 dias vai sugerir dois livros que considera de leitura obrigatória e explica porquê.

Os Artilheiros da Birmânia, de James Myint Swe

Imagem artilheiros_Easy-Resize.com

“Narrativa ficcionada da presença dos portugueses nos séculos XVI e XVII no atual Myanmar. De origem birmanesa, residente no Canadá e com longínquos antepassados portugueses, o autor permite-nos viajar por um período rico de acontecimentos mas hoje já quase esquecido, onde marinheiros e aventureiros portugueses se embrenharam, a partir do momento em que chegaram às costas de Arracão”, resume Luís Mergulhão.

FICHA TÉCNICA DO LIVRO:

TÍTULO: Os Artilheiros da Birmânia
AUTOR: James Myint Swe

La Invención de España, de Henry Kamen

Imagem 1540-1 (1)_Easy-Resize.com

“O contraditório na conceção de Espanha como ‘nação’, questionando o conceito formado consistentemente a partir do século XIX, e elencando o que considera lendas e ilusões que construíram a realidade espanhola. Este académico dedicou grande parte da vida ao estudo da história de Espanha. Tem uma visão diferente sobre o país que nos separa do continente europeu, não fora o mar”, conta o CEO do OmniComMediaGroup Portugal.

FICHA TÉCNICA DO LIVRO:

TÍTULO: La Invención de España
AUTOR: Henry Kamen
EDIÇÃO: Espasa
PREÇO: 18,90€ (Amazon)

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Gerardo Santos/Global Imagens

Economia portuguesa afunda 16,3% entre abril e junho

Visitantes na Festa do Avante.

Avante!: PCP reduz lotação a um terço, só vão entrar até 33 mil pessoas por dia

covid 19 portugal casos coronavirus DGS

Mais 235 infetados e duas mortes por covid-19 em Portugal. Números baixam

Dois livros de leitura obrigatória para Luís Mergulhão