Tecnologia

Especialista alerta: Está a carregar mal o seu smartphone e a estragar a bateria

Truques para salvar bateria smartphone

Empresa alemã considera que duas práticas muito comuns dos utilizadores podem não ser boas para o smartphone a longo prazo.

As questões são antigas: posso ou não carregar o smartphone toda a noite? E posso ou não deixar o smartphone ligado ao carregador mesmo depois de já ter a bateria cheia? Ao longo dos anos as respostas têm variado.

Desta vez é Dominik Schulte, diretor-geral da BatterieIngenieure, uma empresa alemã de consultoria na indústria das baterias, quem volta a lançar discussão. Segundo o executivo, muitos utilizadores estão a carregar mal os seus dispositivos móveis, o que pode estar a prejudicar o teu tempo de vida útil.

“Se vais carregar o smartphone até 100% e mantê-lo em 100% – mantendo-o a carregar ou carregando-o durante a noite – isto vai ter uma influência negativa no envelhecimento [da bateria]”, disse Dominik Schulte em entrevista à Business Insider.

Leia também | Dorme com o telemóvel ao lado da cama? Saiba porque não o deve fazer

As baterias de iões de lítio, aquelas que são usadas em smartphones, tablets e portáteis, começam a perder propriedades de armazenamento de energia ao fim de centenas de ciclos de carregamento – algo que acontece, sensivelmente, após dois anos de utilização de um equipamento.

Aquilo que Dominik Schulte quer dizer é que ao manter o smartphone ligado à corrente, mesmo já depois de estar carregado, isso tem um impacto no ciclo de vida útil da bateria.

Mas o Business Insider também falou com marcas de smartphones – Samsung, LG, Google – que desvalorizam a questão. “Esta mentalidade de que sobrecarregar ou carregar demasiadas vezes é má está bastante ultrapassada, tendo em conta as as baterias e tecnologias de carregamento atuais que é possível integrar nos dispositivos”, contrapôs Ronald Ho, gestor de projetos na Google.

Nota: artigo publicado originalmente em abril

Veja mais sobre tecnologia em insider.dn.pt

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Lisboa, 16/07/2019 - Decorreu hoje parte de uma reportagem sobre, empregos criados pelas empresas de partilha de veículos em Portugal..
Acompanhamos a recolha, carregamento e reparação das trotinetes partilhadas da Circ.

(Orlando Almeida / Global Imagens)

Partilha de veículos dá emprego a mais de 500 pessoas

Lisboa, 16/07/2019 - Decorreu hoje parte de uma reportagem sobre, empregos criados pelas empresas de partilha de veículos em Portugal..
Acompanhamos a recolha, carregamento e reparação das trotinetes partilhadas da Circ.

(Orlando Almeida / Global Imagens)

Partilha de veículos dá emprego a mais de 500 pessoas

António Mexia, CEO da EDP. Fotografia: REUTERS/Pedro Nunes

Saída de clientes da EDP já supera as entradas

Outros conteúdos GMG
Especialista alerta: Está a carregar mal o seu smartphone e a estragar a bateria