Tecnologia

Esta é a arma secreta do novo iPhone 11

iphone-xi-6-960x540_c

Um analista reputado que costuma acertar nos lançamentos da Apple garante que o novo iPhone vai melhorar o uso de internet dentro dos edifícios

2019 promete ser um ano de transformações no segmento móvel, que tem mostrado já estar saturado ou estagnado e com cada vez menos incentivos para os utilizadores mudarem todos os anos de smartphone (até porque os preços dos topos de gama têm subido e a sua durabilidade também).

Um destes novos recursos na área móvel será a incorporação gradual da rede 5G (a nova geração de internet mais rápida e preparada para as novas necessidades). Este novo padrão de rede, que ainda irá chegar, envolve uma nova geração de modems nos telefones móveis e a Apple é um dos poucos fabricantes que ainda não anunciou de forma oficial quando é que vai lançar um aparelho com 5G.

Neste contexto, o famoso analista da TF Securities, Ming-Chi Kuo, conhecido por ter excelentes fontes na Apple, avança algumas das novas características do novo iPhone, o 11. Além da renovação da câmara – deverá ter pela primeira vez (na Apple) três lentes principais – o analista antecipa que o grande destaque do novo terminal será um componente em que o utilizador normalmente não repara, a antena.

Leia também | Este iPhone custa 18.500 euros e traz um relógio ‘de oferta’

Cobertura melhorada dentro de casa

As novas redes 5G têm maior velocidade de conexão e melhor gestão de inúmeras conexões simultâneas (por exemplo, num estádio onde existem milhares de pessoas a usar a internet ao mesmo tempo), mas essas melhorias pagam um preço pouco simpático: o alcance do sinal será pior na cobertura dentro de edifícios, especialmente se o utilizador não estiver numa área com várias antenas (o 5G requer o uso de mais antenas). Ficar sem cobertura ou com internet limitada hoje pode ser dramático para muitas e a Apple, ao que parece, quer resolver esse problema.

De acordo com Ming-Chi Kuo, o novo iPhone vai estrear uma nova geração de antenas que irá substituir a atual que usa uma tecnologia conhecida por Modified-PI (MPI), que é mais fácil e mais barata de produzir.

Um dos grandes receios que a nova geração de redes (5G) suscita está nas expectativas que se estão a gerar. Se as melhorias de velocidade e desempenho não forem significativas, o utilizador pode sentir-se frustrado e Kuo argumenta que a Apple não irá lançar nenhum modelo 5G este ano. O 5G chega à Apple em 2020. Já o iPhone 11 é apresentado no outono.

Leia também | Novas imagens ‘confirmam’ mudança radical no iPhone

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Mário Vaz, CEO da Vodafone Portugal  Fotografia: Orlando Almeida / Global Imagens

Mário Vaz. “Havendo frequências, em julho teríamos cidades 5G”

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (C), durante a cerimónia militar do Instituto Pupilos do Exército (IPE), inserido nas comemorações do 108.º aniversário da instituição, em Lisboa, 23 de maio de 2019.  ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Marcelo: “Quem não for votar, depois não venha dizer que se arrepende”

Certificados

Famílias investiram uma média de 3,3 milhões por dia em certificados este ano

Outros conteúdos GMG
Esta é a arma secreta do novo iPhone 11