Restaurante

Assim vai ser o primeiro restaurante subaquático da Europa

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Conheça o Under, o primeiro restaurante submerso da Europa, que deve abrir daqui a um ano, em Baly, na Noruega.

Veja a galeria de fotos. Quer sentir-se como Neptuno ou Anfitrite? Então marque na sua agenda uma ida até à Noruega. Na vila norueguesa de Baly, a 400 quilómetros de Oslo, poderá ter uma experiência quase parecida, aquando da inauguração do primeiro restaurante subaquático da Europa, daqui a um ano.

O Under, assim se vai chamar o restaurante, cujo projeto arquitetónico é da responsabilidade da empresa norueguesa Snøhetta – responsáveis também, por exemplo, pelo projeto da Ópera de Oslo, igualmente com grande proximidade da água -, deverá receber os primeiros clientes daqui a um ano.

A ementa deverá centrar-se nos frutos do mar. Os responsáveis pelo espaço dizem que “dada a localização, é natural a existência de frutos do mar na ementa”. Mas garantem que “as especialidades locais, com produtos locais, não serão esquecidas”.

No interior do restaurante, a proposta não será apenas de servir uma boa refeição. De acordo com o site do Under, o objetivo “é mostrar o ecossistema costeiro norueguês e, criar um novo nicho para o turismo subaquático”.

Aguçada a curiosidade quanto à experiência, local e menu, falta apenas saber se é seguro ir para um restaurante que está meio submerso, com uma janela acrílica, 11 metros de comprimento por quatro metros de altura, e a cinco metros de profundidade.

O gabinete de arquitetura, que descreve o edifício como “meio submerso no mar, com a sua forma monolítica, pousa no leito e fura o espelho de água, como que caído sobre a costa agreste e rugosa”, acrescenta que foi construído com paredes de betão armado com um metro de espessura, que podem suportar a pressão e o choque, mesmo que as condições do mar sejam más.

O design do restaurante teve em consideração o espaço envolvente, e os arquitetos garantem que não irá afetar a vida marinha. As linhas direitas do edifício, que se desenvolve em três pisos e terá lotação máxima de 100 pessoas, serão transformadas pela própria Natureza, porque as faces exteriores serão revestidas com areia grossa “que convidará o mexilhão a agarrar-se”.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
A presidente do Conselho das Finanças Públicas, Teodora Cardoso. TIAGO PETINGA/LUSA

Teodora Cardoso alerta para controlo da despesa na saúde

No segundo trimestre deste ano, o aeroporto de Lisboa movimentou 7,7 milhões de passageiros.

Aeroporto de Lisboa recebe mais de 7 milhões de turistas no segundo trimestre

António Ramalho (Novo Banco), Luís Pereira Coutinho (Banco Postal), Nuno Amado (BCP) e António Vieira Monteiro (Santander Totta). Fotografia: TIAGO PETINGA/LUSA

Transferências bancárias imediatas sim, mas com custos

Outros conteúdos GMG
Assim vai ser o primeiro restaurante subaquático da Europa