Restaurante

Assim vai ser o primeiro restaurante subaquático da Europa

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Conheça o Under, o primeiro restaurante submerso da Europa, que deve abrir daqui a um ano, em Baly, na Noruega.

Veja a galeria de fotos. Quer sentir-se como Neptuno ou Anfitrite? Então marque na sua agenda uma ida até à Noruega. Na vila norueguesa de Baly, a 400 quilómetros de Oslo, poderá ter uma experiência quase parecida, aquando da inauguração do primeiro restaurante subaquático da Europa, daqui a um ano.

O Under, assim se vai chamar o restaurante, cujo projeto arquitetónico é da responsabilidade da empresa norueguesa Snøhetta – responsáveis também, por exemplo, pelo projeto da Ópera de Oslo, igualmente com grande proximidade da água -, deverá receber os primeiros clientes daqui a um ano.

A ementa deverá centrar-se nos frutos do mar. Os responsáveis pelo espaço dizem que “dada a localização, é natural a existência de frutos do mar na ementa”. Mas garantem que “as especialidades locais, com produtos locais, não serão esquecidas”.

No interior do restaurante, a proposta não será apenas de servir uma boa refeição. De acordo com o site do Under, o objetivo “é mostrar o ecossistema costeiro norueguês e, criar um novo nicho para o turismo subaquático”.

Aguçada a curiosidade quanto à experiência, local e menu, falta apenas saber se é seguro ir para um restaurante que está meio submerso, com uma janela acrílica, 11 metros de comprimento por quatro metros de altura, e a cinco metros de profundidade.

O gabinete de arquitetura, que descreve o edifício como “meio submerso no mar, com a sua forma monolítica, pousa no leito e fura o espelho de água, como que caído sobre a costa agreste e rugosa”, acrescenta que foi construído com paredes de betão armado com um metro de espessura, que podem suportar a pressão e o choque, mesmo que as condições do mar sejam más.

O design do restaurante teve em consideração o espaço envolvente, e os arquitetos garantem que não irá afetar a vida marinha. As linhas direitas do edifício, que se desenvolve em três pisos e terá lotação máxima de 100 pessoas, serão transformadas pela própria Natureza, porque as faces exteriores serão revestidas com areia grossa “que convidará o mexilhão a agarrar-se”.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
fitch rating dívida riscos políticos

Taxa de juro da nova dívida cai para mínimo histórico de 1,8% em 2018

Fotografia: REUTERS/ Carlos Barria

China põe marcas de luxo a bater recordes

notas

Crédito cresce nas famílias mas ainda encolhe nas empresas

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Assim vai ser o primeiro restaurante subaquático da Europa