Fotografia

Nesta vila islandesa o sol nunca se põe no verão. Veja as fotos

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Para documentar o fenómeno fotógrafo belga, Bastiaan van Aarle, tirou uma foto por dia, durante um mês, sempre à 1h20 da manhã

Na cidade islandesa de Ólafsfjörður, o sol nunca se põe durante o verão. No dia mais longo do ano, no final de junho, o sol apenas toca o horizonte após 1 hora da manhã, para imediatamente começar a subir novamente.

Ólafsfjörður é uma pequena vila de pescadores no norte da Islândia que tem uma população com menos de 1.000 pessoas. Entre as atrações locais estão: uma igreja, algumas lojas, um único posto de gasolina, uma fábrica de peixe e uma escola. A tranquilidade foi justamente o aspeto que atraiu o fotógrafo belga Bastiaan van Aarle. Em julho de 2017, o artista buscava uma pausa na vida da cidade, quando passou um mês em Ólafsfjörður para trabalhar numa série de fotografias publicada recentemente pela editora Hatje Cantz.

Já que Ólafsfjörður fica muito no norte da ilha, o sol nunca se põe durante o verão e para documentar essa caraterística, van Aarle decidiu tirar uma foto todos os dias de julho às 1:20 da manhã. Cada fotografia mostra uma parte diferente da cidade ou da paisagem circundante no ponto mais escuro do dia. “Como a fotografia é um meio criado pela luz, pensei que seria apropriado fazer uma série sobre a mudança de luz nesta cidade”, explica van Aarle.

Van Aarle passou os seus dias a explorar a cidade, os locais que lá moram e a tirar fotos. Numa cidade pequena demais para ter uma vida noturna, o fotógrafo costumava ser o único a andar pela rua de manhã tão cedo. “À noite quase não há barulho”, lembra. “Apenas o vento, e talvez um pássaro. A Bélgica é tão povoada que não temos lugares de pura tranquilidade, portanto estar ali é muito especial.”

Individualmente, as fotografias capturam a beleza simples e austera de uma pequena vila islandesa. Em conjunto, as 31 imagens mostram a subtil mudança de luz ao longo de um mês. Na sua apresentação em livro de bolso, elas são mostradas para que os leitores possam folhear as páginas e assistir a luz gradualmente diminuir.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Lisboa, Portugal 2

Endividamento das famílias atinge máximo de três anos

(Carlos Santos/Global Imagens)

TDT. Anacom arranca com call center em novembro para teste piloto

Fotografia: Filipe Amorim / Global Imagens

Lucros da Galp afundam 59% nos primeiros nove meses do ano

Outros conteúdos GMG
Nesta vila islandesa o sol nunca se põe no verão. Veja as fotos