Tecnologia

Este é o smartphone topo de gama mais barato de sempre

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Há smartphones desconhecidos que têm a capacidade para deixar o mundo a falar deles, mesmo não pertencendo às marcas mais conhecidas.

Com o seu novo smartphone, a Realme desafia os limites daquilo que é possível conseguir com um smartphone de 200 euros. A marca, que pertence à gigante chinesa Oppo, empacotou várias características de gama superior num equipamento muito acessível no preço.

Para começar, o Realme X tem um ecrã AMOLED de 6,5 polegadas com uma resolução de 2.340×1.080 píxeis e sem qualquer recorte ou furo. O smartphone está depois equipado com um processador Snapdragon 710 de oito núcleos, 4GB de memória RAM e 64GB de armazenamento interno.

Já ao nível das câmaras, a principal é composta por dois sensores, um de 48 megapíxeis e outro de 5 megapíxeis. A câmara frontal é de 16 megapíxeis e está integrada num mecanismo automático que fica escondido na parte superior do telemóvel.

Leia também | Este smartphone desconhecido é o mais potente que há

Tem ainda outras características de destaque para um smartphone tão barato: suporta a tecnologia de carregamento rápido VOOC 3.0, que permite ter quase toda a bateria carregada em menos de uma hora, e tem também um leitor de impressões digitais integrado no ecrã, uma tecnologia que tem sido vista sobretudo em dispositivos premium.

Com um preço base de 2.000 renminbi, o equivalente a 200 euros, o Realme X vai estar disponível numa primeira fase no mercado chinês. A marca também já confirmou que dentro de algumas semanas será lançado na Índia.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(Artur Machado / Global Imagens)

Dinheiro Vivo mantém-se líder digital dos económicos

(Artur Machado / Global Imagens)

Dinheiro Vivo mantém-se líder digital dos económicos

O ex-governador do Banco de Portugal (BdP), Vítor Constâncio, na II Comissão Parlamentar de Inquérito à Recapitalização da Caixa Geral de Depósitos e à Gestão do Banco, na Assembleia da República. TIAGO PETINGA/LUSA

BCP, Berardo e calúnias. As explicações de Constâncio no inquérito à CGD

Outros conteúdos GMG
Este é o smartphone topo de gama mais barato de sempre