Turismo

Férias. As praias mais caras e mais baratas em Espanha

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Os preços na costa norte de Espanha são mais baratos tendo em conta a maior procura pelos destinos turísticas do Mediterrâneo, refere o Expansión.

Agosto é por excelência o mês escolhido para passar férias na costa espanhola e em locais como Chipiona, no município costeiro de Cádiz, o preço por noite em hotel disparou 72% entre 2016 e 2017, dos 89 para os 153 euros, revela hoje o jornal Expansión. Já em Ibiza, em destinos como Platja d’en Bossa e Santa Eulàlia, dormir numa unidade hoteleira em agosto pode custar 380 e 346 euros, respetivamente.

Além dos turistas espanhóis e portugueses, mais frequentes por estas paragens, também visitantes de muitas outras nacionalidades (sobretudo do norte da Europa) buscam o sol e o calor das praias espanholas, tanto a norte como a sul, sem esquecer as ilhas Baleares e Canárias.

Compare com o nosso País: Onde é mais barato fazer praia em Portugal


 

O aumento do fluxo turístico e da procura por estes destinos faz disparar os preços dos hotéis nos destinos mais populares. De acordo com o Expansión, que cita como fonte o motor de busca online Trivago, Altea (Alicante) viu o preço por noite disparar 44% entre 2016 e 2017, de 158 para 227 euros, com o mesmo a acontecer em Portonovo (Pontevedra, de 84 para 109 euros, mais 30%), em Benálmadena (Málaga, de 181 para 232 euros, mais 28%) e Llanes (Astúrias, de 108 para 130 euros, mais 28%).

“A província de Cádiz é um dos principais destinos turísticos de Espanha”, explica a porta-voz da plataforma turística Trivago, Margarita Escandell, citada pelo Expansión. A afirmação é comprovada pelas taxas de ocupação da região, que ultrapassam os 90%. E se no mês de junho os hotéis faturaram em média 87,5 euros por ocupação em quarto duplo, o que significa já um aumento de 9,6%, em agosto os preços disparam ainda mais.

Também em Cádiz, as praias de Novo Sancti Petri e Zahara de los Atunes são das mais caras de Espanha, com preços de 322 e 314 euros por noite, só superados pelos destinos mais famosos de Ibiza. Na praia d’en Bossa, uma das mais famosas da ilha, há dois anos o preço por uma semana de alojamento rondava os 1.700 euros, enquanto em junho de 2017 o valor ascendia já a 2.300 euros.

Nas ilhas Baleares, que absorvem 24,9% das chegadas de turistas a Espanha, o preço médio por noite é de 231 euros, segundo dados de junho do instituto espanhol de estatística.

No extremo oposto, os destinos hoteleiros mais baratos em Espanha situam-se em Puerto de la Cruz (Tenerife), onde dormir custa 82 euros, Ribadeo (Lugo), por 89 euros, Sanxenxo (Pontevedra, 98 euros), Zarautz (Guipúzcoa, 98 euros) e Suances (Cantábria, 104 euros).

Por norma, os preços na costa no norte de Espanha são mais baratos tendo em conta que a procura se concentra em áreas tradicionalmente turísticas do Mediterrâneo, refere o Expansión.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
A Deliveroo encabeça a lista.
REUTERS/Phil Noble

Oito portuguesas no ranking 500 de tecnologia da Deloitte

Sindicatos da PT contra a Altice

Sindicatos avançam com ações contra PT

Fotografia: Rui Coutinho / Global Imagens

Défice da balança comercial aumentou em 613 milhões em outubro

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Conteúdo TUI
Férias. As praias mais caras e mais baratas em Espanha