Turismo

Férias. As praias mais caras e mais baratas em Espanha

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Os preços na costa norte de Espanha são mais baratos tendo em conta a maior procura pelos destinos turísticas do Mediterrâneo, refere o Expansión.

Agosto é por excelência o mês escolhido para passar férias na costa espanhola e em locais como Chipiona, no município costeiro de Cádiz, o preço por noite em hotel disparou 72% entre 2016 e 2017, dos 89 para os 153 euros, revela hoje o jornal Expansión. Já em Ibiza, em destinos como Platja d’en Bossa e Santa Eulàlia, dormir numa unidade hoteleira em agosto pode custar 380 e 346 euros, respetivamente.

Além dos turistas espanhóis e portugueses, mais frequentes por estas paragens, também visitantes de muitas outras nacionalidades (sobretudo do norte da Europa) buscam o sol e o calor das praias espanholas, tanto a norte como a sul, sem esquecer as ilhas Baleares e Canárias.

Compare com o nosso País: Onde é mais barato fazer praia em Portugal


 

O aumento do fluxo turístico e da procura por estes destinos faz disparar os preços dos hotéis nos destinos mais populares. De acordo com o Expansión, que cita como fonte o motor de busca online Trivago, Altea (Alicante) viu o preço por noite disparar 44% entre 2016 e 2017, de 158 para 227 euros, com o mesmo a acontecer em Portonovo (Pontevedra, de 84 para 109 euros, mais 30%), em Benálmadena (Málaga, de 181 para 232 euros, mais 28%) e Llanes (Astúrias, de 108 para 130 euros, mais 28%).

“A província de Cádiz é um dos principais destinos turísticos de Espanha”, explica a porta-voz da plataforma turística Trivago, Margarita Escandell, citada pelo Expansión. A afirmação é comprovada pelas taxas de ocupação da região, que ultrapassam os 90%. E se no mês de junho os hotéis faturaram em média 87,5 euros por ocupação em quarto duplo, o que significa já um aumento de 9,6%, em agosto os preços disparam ainda mais.

Também em Cádiz, as praias de Novo Sancti Petri e Zahara de los Atunes são das mais caras de Espanha, com preços de 322 e 314 euros por noite, só superados pelos destinos mais famosos de Ibiza. Na praia d’en Bossa, uma das mais famosas da ilha, há dois anos o preço por uma semana de alojamento rondava os 1.700 euros, enquanto em junho de 2017 o valor ascendia já a 2.300 euros.

Nas ilhas Baleares, que absorvem 24,9% das chegadas de turistas a Espanha, o preço médio por noite é de 231 euros, segundo dados de junho do instituto espanhol de estatística.

No extremo oposto, os destinos hoteleiros mais baratos em Espanha situam-se em Puerto de la Cruz (Tenerife), onde dormir custa 82 euros, Ribadeo (Lugo), por 89 euros, Sanxenxo (Pontevedra, 98 euros), Zarautz (Guipúzcoa, 98 euros) e Suances (Cantábria, 104 euros).

Por norma, os preços na costa no norte de Espanha são mais baratos tendo em conta que a procura se concentra em áreas tradicionalmente turísticas do Mediterrâneo, refere o Expansión.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página Inicial

Ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, com responsáveis da VW na apresentação do T-Roc. Fotografia: DR

Caldeira Cabral confiante em acordo com trabalhadores da Autoeuropa

Fátima Barros, presidente da Anacom
Fotografia: Álvaro Isidoro / Global Imagens

Operadores dificultam rescisões de contratos e Anacom divulga alternativas

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Férias. As praias mais caras e mais baratas em Espanha