Youtube

Tem 24 anos e já é o ‘melhor crítico’ de tecnologia do mundo

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Quem gosta de tecnologia conhece-o como MKBHD. É um dos nomes grandes do YouTube e as marcas 'lutam' pela sua atenção.

Nome: Marques Brownlee
Idade: 24 anos
Profissão: Youtuber
Especialidade: Tecnologia

É uma das caras mais conhecidas do mundo da tecnologia e tudo o que conseguiu foi graças aos mais de mil vídeos que criou nos últimos nove anos. Em 2013, Marques Brownlee foi apelidado como o “melhor crítico” de tecnologia do mundo por aquele que na altura era um dos executivos de proa da Google, Vic Gundotra. A expressão pegou e, para milhares de pessoas, o MKBHD, como é conhecido, é mesmo a grande referência na área da tecnologia.

Marques Brownlee destacou-se de vários criadores e youtubers de tecnologia pela qualidade dos seus vídeos – nos minutos que dedica a cada gadget, o norte-americano faz de tudo para que a sua comunidade possa ver todos os detalhes, seja de um smartphone, portátil ou até de um carro.

O estilo inconfundível que imprime aos seus vídeos ajudou a criar uma verdadeira legião de fãs: são seis milhões de subscritores no YouTube, 2,78 milhões de seguidores no Twitter e 1,4 milhões no Instagram. Executivos de grandes tecnológicas, como Elon Musk, jornalistas das grandes publicações especializadas e personalidades de diferentes áreas fazem parte destes números.

O rigor, a isenção e a acessibilidade do seu trabalho já lhe trouxeram oportunidades únicas, como as entrevistas que fez ao diretor de software da Apple, Craig Federighi, ou ao diretor executivo da Google, Sundar Pichai. Pelo caminho também já amealhou vídeos com a lenda do basquetebol Kobe Bryant ou o popular astrofísico Neil deGrasse Tyson.

Self-made man
O que hoje é um sucesso de escala global – já tem até a sua própria linha de roupa -, começou como um hobbie em 2009, quando tinha apenas 15 anos e quando o YouTube era uma janela mediática muito mais pequena. O seu primeiro vídeo foi sobre um comando para um portátil da HP.

A fama e influência do jovem norte-americano é de tal forma grande que após o último vídeo que fez a atribuir prémios aos melhores smartphones do mercado, marcas como a Samsung, Razer e Essential pediram-lhe que enviasse os troféus que tinha criado. Conclusão? As marcas querem mostrar aos seus clientes e futuros clientes que receberam a aprovação daquele que é um dos maiores críticos de tecnologia do mundo.

Por falar em marcas, a plataforma SocialBlade estima que Marques Brownlee ganhe perto de 750 mil euros por ano apenas através da monetização direta dos seus vídeos. Os valores podem ser bem maiores, tendo em conta as parcerias publicitárias. Não são no entanto valores que lhe permitam lutar pelos lugares cimeiros dos youtubers que mais faturam – o número dez da lista da Forbes arrecada por ano cerca de 8,1 milhões de euros.

Numa entrevista recente à publicação Business Insider, Marques Brownlee diz que agrada-lhe a ideia de, no futuro, todas as pessoas poderem ter um carro elétrico. “Gostava que todos tivessem uma experiência com um carro elétrico”, sublinhou, por representar aquele que é o futuro da mobilidade.

De estilo reservado, sem histerismo ou clickbait, o criador admite que está a estudar outros formatos de conteúdos, como podcasts e transmissões em direto, mas que as análises de gadgets e a qualidade dos seus vídeos vão continuar a ser as principais prioridades.

Se está a pensar qual será o smartphone que o melhor crítico de tecnologia usa no dia a dia, fique a saber que na realidade são dois: o Pixel 2 da Google é o principal, sobretudo pela experiência pura do Android e pelo desempenho da câmara fotográfica; mas Marques Brownlee já revelou que tem sempre consigo um iPhone, o melhor que existir nesse momento, sendo que atualmente é o iPhone X.

Peace!

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
António Ramalho (Novo Banco), Luís Pereira Coutinho (Banco Postal), Nuno Amado (BCP) e António Vieira Monteiro (Santander Totta). Fotografia: TIAGO PETINGA/LUSA

Transferências bancárias imediatas sim, mas com custos

Fotografia: Leonardo Negrão / Global Imagens

Lesados do Banif pedem indemnização de 100 milhões a Portugal e a Bruxelas

As associações representativas dos taxistas marcaram para esta quarta-feira uma manifestação nacional contra a promulgação pelo Presidente da República do diploma que regula as plataformas electrónicas de transporte como a Uber, Cabify, Taxify e Chaffeur Privé. Manifestação de Lisboa.
Táxis junto à rotunda do Marquês de Pombal 
( Nuno Pinto Fernandes/ Global Imagens )

Plataformas de transportes ganham pouco com concentração dos taxistas

Outros conteúdos GMG
Tem 24 anos e já é o ‘melhor crítico’ de tecnologia do mundo