restauração

Lisboa acolhe primeira rota dos petiscos e vinhos do Alentejo

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

A iniciativa acontece logo após o evento «Vinhos do Alentejo em Lisboa» que vai ter lugar no CCB.

São dez restaurantes, por doze paragens. A “Rota dos Petiscos e Vinhas do Alentejo”, que vai decorrer de 15 a 29 de outubro, arranca no “By The Wine”, em pleno Chiado, e termina no “Topo Belém”, na Praça do Império.

A iniciativa da Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA) pretende divulgar na capital do país os produtos típicos do Alentejo de uma forma mais atual e próxima do público. Em cada um dos dez restaurantes aderentes há um petisco e um copo de vinho a 3,5€. Quem fizer o percurso de Uber ganha uma viagem até cinco euros e o autor da melhor fotografia da rota, publicada nas redes sociais, terá direito a um cabaz de produtos regionais alentejanos.

By the Wine, TOPO (Martim Moniz, Baixa-Chiado e Belém), Carnealentajana, Lost In, Companhia do Largo, Livraria-Bar Menina e Moça, Matateu Petisqueira, Rio Maravilha, Santos-O-Vinho e Sr.Lisboa, são os restaurantes que vão integrar o roteiro.

Contudo, antes do arranque da iniciativa haverá ainda a nona edição dos “Vinhos do Alentejo em Lisboa”. O evento acontece no Centro Cultural de Belém, para o público provar vinhos do Alentejo. No certame participarão 84 produtores e estarão 700 produtos a prova.

“Há já 8 edições que trazemos o Alentejo a Lisboa, graças ao evento «Vinhos do Alentejo em Lisboa». A verdade é que depois de tantas edições com tamanho sucesso, quisemos inovar este ano e acrescentar-lhe uma novidade. Nasceu a Rota,” indica Francisco Mateus, presidente da CVRA, em comunicado. “Esperamos que o público adira e que os restaurantes estejam sempre cheios. Os petiscos são excecionais e os vinhos únicos, por isso não há como ficar indiferente a uma iniciativa destas.”

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: MIGUEL A. LOPES/LUSA

Governo reconhece progressões a 344 mil trabalhadores, pelo menos

Faria de Oliveira, presidente da APB

APB garante que bancos vão refletir Euribor negativa nos créditos à habitação

Donald Trump, Presidente dos Estados Unidos. REUTERS/Leah Millis

Trump põe tudo na mesa. Parada na guerra com China sobe para 500 mil milhões

Outros conteúdos GMG
Lisboa acolhe primeira rota dos petiscos e vinhos do Alentejo