Riqueza

Os multimilionários que mais ganharam e perderam em 2018

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Segundo a Bloomberg, as 500 pessoas mais ricas perderam 394 mil milhões em 2018. Clique nas imagens e veja as oscilações das fortunas em 2018.

Os mercados financeiros e a conjuntura económica têm oscilações, por isso as grandes fortunas não são imunes a estas alterações. Segundo a Blooomberg, 2018 foi um ano crítico para os mercados financeiros, mas o mesmo não aconteceu a quem alimentou as suas fortunas em grandes empresas.

Os Estados Unidos da América tiveram um ano negro. Os multimilionários norte-americanos foram quem mais sofreu este ano, com perdas calculadas em 66,3 mil milhões de euros. Na China, o cenário não foi diferente. Os multimilionários asiáticos somaram, no total, perdas de mais de 66 mil milhões de euros.

Leia também: Esta ‘desconhecida’ britânica é 10 vezes mais rica do que a Rainha de Inglaterra

Sobre 2018, destacam-se ainda as fortunas inesperadas. Como é o caso do criador do videojogo Fortnite, Tim Sweeney, que com a crescente popularidade do jogo viu a fortuna aumentar em 6,3 mil milhões de euros.

Autry Stephens, dono da petrolífera Endeavour Energy Resources LP, viu sua fortuna crescer quando a empresa começou a atrair o interesse dos investidores. Em 2018, ganhou 9,95 mil milhões de euros e a empresa está hoje avaliada em mais de 13 mil milhões de euros.

O mesmo aconteceu na Europa com Denise Coates, a britânica fundadora da empresa de apostas desportivas online bet365. Soma uma fortuna que a torna dez vezes mais rica do que a Rainha Isabel II.

E ainda: Estas são as famílias reais mais ricas do mundo

Clique nas imagens e descubra quais os multimilionários mais mais ganharam, e os que mais perderam, ao longo deste ano.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

Pardal Henriques, do SNMMP. 
(MANUEL DE ALMEIDA/LUSA)

Sem acordo “por 50 euros”, diz sindicato. “Querem impor aumento”, acusam patrões

O advogado e porta-voz do sindicato nacional dos motoristas, Pardal Henriques. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Pardal Henriques foi a personalidade mais mediática da greve

Outros conteúdos GMG
Os multimilionários que mais ganharam e perderam em 2018