Tecnologia

Aplicação mostra o estado em que está a bateria do seu portátil

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Está disponível para Windows e permite saber como é que está a bateria do portátil – se ainda pode confiar nela ou se a relação já teve melhores dias.

Chama-se Smarter Battery e permite conhecer ao pormenor qual o estado de saúde da bateria do seu portátil. Afinal, é uma das grandes queixas dos donos de portáteis: “a minha bateria não dura tempo nenhum” ou “tenho de estar sempre a carregar o portátil”. Conhecer bem a bateria do portátil é um passo essencial para perceber se deve ou não tomar medidas – e como pode atuar.

A aplicação permite analisar rapidamente o estado da bateria do computador, mostrando-lhe qual era a capacidade definida e qual é o estado atual, após algum tempo de uso. Os ciclos de carga e descarga são importantes para perceber como é que deve gerir as coisas.

Leia também | Portugueses acham que smartphone e portátil do trabalho têm impacto negativo na vida pessoal

À medida que o tempo passa, é normal que o tempo de vida útil da bateria sofra alterações. Tendo em conta o diagnóstico feito, a aplicação faz depois um processo de calibração da bateria, para que esta se possa tornar mais eficiente e, eventualmente, durar mais tempo.

A aplicação custa 14 dólares – mas há quem pense nisto como um investimento. Ainda assim, para quem a quiser experimentar, há um período de teste de 14 dias, para perceber se a aplicação vale a pena ou não antes de se aventurar em processos de compra.

Na galeria acima, veja também algumas questões que possam estar a ‘matar’ a bateria do seu portátil.

Leia mais sobre tecnologia em Insider.dn.pt

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Vista aérea da Praça dos Restauradores em Lisboa, Portugal, 24 Março de 2020. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

A economia entrou em estado de quarentena

Lisboa, 10/05/2019 - Vida do Dinheiro (DN-TSF) - Isabel Furtado, presidente da Cotec e da TMG.
Isabel Furtado
(Gerardo Santos / Global Imagens)

Covid-19: “Medidas têm de ser estratégicas e não apenas imediatas e impulsivas”

Ursula  von der Leyen, presidente da Comissão Europeia. Fotografia: Kenzo Tribouillard/AFP

Comissão Europeia vai rever proposta de orçamento da UE

Aplicação mostra o estado em que está a bateria do seu portátil