festivais de verão

RIR: Como ir, o que comer, o que levar e o que pode comprar

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Na Cidade do Rock está tudo a postos para receber os festivaleiros. Saiba o que vai encontrar (além de muita música) e confira a lista de transportes.

A cidade do Rock na Bela Vista está a abrir portas para mais uma edição do Rock In Rio. Fique a par de todos os serviços que pode encontrar no recinto e do que pode ou não levar consigo. Dê ainda uma última vista de olhos pelos transportes disponíveis.

Materiais que não podem entrar no recinto
Por questões de segurança, o conteúdo das mochilas terá de ser verificado. Garrafas, latas, capacetes, objetos cortantes, armas selfie sticks ou outros objetos que possam ser considerados perigosos serão, por isso, retirados. É possível levar comida, mas em quantidade que indique que é apenas para consumo próprio.

Bengaleiros
O sucesso revelado em edições anteriores fez com que também desta vez a organização decidisse disponibilizar um serviço de bengaleiro de reforça-lo. Existirão, assim, dois bengaleiros no exterior do recinto, junto à bilheteira da rotunda da Bela Vista e junto à entrada norte (Av. Gago Coutinho) e um outro no interior.

Leia também: Quer saber como chegar ao Rock in Rio?

Onde se pode comer
Se não quiser levar nada para comer não se preocupe que oferta não vai faltar. Desde logo poderá contar com um mercado “pop-up” de alta cozinha com ofertas gastronómicas únicas, que resultou de uma parceria com o Time Out Market. Este mercado contará com 450 lugares sentados e 14 restaurantes, todos eles com representação no Time Out Market Lisboa, dos melhores chefs e conceitos gastronómicos nacionais, entre eles Alexandre Silva; Henrique Sá Pessoa; Vítor Sobral; Marlene Vieira; Noélia; O Prego da Peixaria; Sea Me; Asian Lab; Manteigaria Silva; Monte Mar; Cozinha da Felicidade; Croqueteria; Olhó Bacalhau; Confraria; Manteigaria – Fábrica de Pastéis de Nata. Além dos 14 restaurantes dentro do Time Out Market Rock in Rio, há outros 20 espaços de restauração e bar espalhados pelo recinto.

Bebidas: venda ambulante
A par de bebidas disponíveis nos principais pontos de venda: Super Bock, Somersby, 7UP, águas e outros refrigerantes nas medidas de 25 cl, 40 cl e 50 cl, haverá ainda uma equipa de vários “mochileiros” a circularem permanentemente por todo o espaço do recinto.

A venda e disponibilização de bebidas alcoólicas no recinto está interdita a menores de 18 anos, de acordo com a legislação portuguesa. Neste sentido, a Divisão de Intervenção em Comportamentos Aditivos e Dependências da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo vai desenvolver este ano uma ação em conjunto com a Associação Nacional de Empresas de Bebidas Espirituosas “18 +”. A DICAD recrutou e formou cerca de 80 jovens universitários, que no recinto irão colocar as pulseiras 18 + BEBA COM CABEÇA sensibilizando os jovens maiores de 18 para um consumo inteligente.

Pessoas com mobilidade reduzida
A Cidade do Rock está pensada de forma a receber com a maior comodidade possível todas as pessoas com mobilidade condicionada. Para além dos sanitários, sala de imprensa, Área VIP e outras infra-estruturas equipadas com rampas de acesso, existem duas plataformas com vista privilegiada para o Palco Mundo e para o Music Valley – com 100m2 e 25m2, respetivamente – onde as pessoas que se deslocam em cadeira de rodas, ou que tenham alguma condição física que obrigue a períodos de repouso, poderão assistir aos espetáculos com um acompanhante, sendo que o acompanhante deverá dar prioridade a pessoas com mobilidade condicionada e ceder o seu lugar caso seja necessário. Existe ainda estacionamento para pessoas com carro que tenham o dístico de mobilidade condicionada, e equipa de apoio da SCML na entrada do evento preparados para ajudar e encaminhar para as plataformas preparadas.

Organizar agenda, pontos de carregamento
Para que o público possa organizar a sua agenda de forma a assistir aos espetáculos dos seus artistas preferidos e, ainda, ter tempo para visitar tudo o resto, a app oficial do festival – Vodafone Rock in Rio Lisboa 2018 – tem, não só, toda a informação para aproveitar ao máximo o evento (line up, como chegar, mapa, etc.) como a possibilidade de criar uma agenda personalizada. Desta forma, não só é possível planear o dia como o utilizador ainda receberá um alerta, no seu telemóvel, quando o espetáculo ou atração que selecionou estiver prestes a começar. Uma outra funcionalidade disponível na app, também ela novidade, é o Smart Check-in. Através desta solução, as inscrições nas diversões do recinto – roda-gigante Cofidis e slide 7UP – serão realizadas num formato totalmente digital e agendadas. Uma inovação nunca antes usada no Rock in Rio ou num evento de música em Portugal, evitando filas de espera e tornando o processo de inscrição mais simples e célere.

Há cinco pontos de carregamento para telemóveis, incluindo um na área VIP, quatro pontos com caixas multibanco distribuídos pela Cidade do Rock;

Apoios
Mais de 1000 profissionais envolvidos na operação de segurança no exterior e interior da Cidade do Rock;

O grupo Lusíadas vai disponibilizar, na Cidade do Rock, um Centro Médico, junto ao Palco Mundo. Terá, também, um Posto de Saúde de dimensão mais reduzida, que permite dar assistência imediata numa localização diferente do recinto, junto ao Music Valley. Para além destes espaços físicos, por todo o recinto haverá equipas móveis de médicos e enfermeiros (10 equipas no total e quatro ambulâncias, envolvendo cerca de meia centena de recursos humanos especializados).

Vendas
Quatro lojas de produtos oficiais onde vão estar disponíveis uma linha de vestuário feminino, masculino e de bebé e uma linha de acessórios;

Coleção de copos reutilizáveis composta por 10 layouts diferentes, com imagens exclusivas, estando disponíveis nas medidas de 25cl, 40cl e 50cl. Os copos serão oferecidos com as bebidas e todos os visitantes da Cidade do Rock que optarem por reutilizar o seu copo e pedir refill terão um desconto na bebida (Super Bock, Somersby, águas, 7UP e outros refrigerantes), de 0,50€ nas capacidades de 25cl e 40cl e de 1€ na capacidade de 50cl.

Transportes
Nesta edição do RIR a operação de mobilidade envolve 12 operadores de transportes – Abreu, Budget, BusUp, Carris, Cityrama, CP (Urbanos e Longo-Curso), Fertagus, Metro de Lisboa, mytaxi, Transtejo e Soflusa e Rede Expressos -, abrangência geográfica nacional, alargamento dos horários dos serviços urbanos e vários serviços gratuitos mediante apresentação do bilhete Rock in Rio-Lisboa.

O Metropolitano de Lisboa alargará os seus serviços nos dias do festival até às 03h00, com serviço nas quatro linhas e metros de 6 em 6 minutos.

As viagens nos comboios urbanos CP Lisboa da linha de Cascais e de Sintra serão gratuitas mediante a apresentação do bilhete para o festival e haverá, ainda, horários especiais nas madrugadas dos dias 24, 25 e 30 de junho e 1 de julho, com as últimas partidas às 02h40 (Lisboa Oriente), 02h47 (Roma-Areeiro em direção a Sintra – paragem em todas as estações) e 03h00 (Cais do Sodré em direção a Cascais – paragem em todas as estações).

Nos dias de Rock in Rio-Lisboa, a Fertagus vai disponibilizar um comboio com horários especiais da estação Roma-Areeiro com destino a Setúbal, efetuando paragens em todas as estações a partir do Pragal. As partidas estão marcadas para a 01h45 nos dias 23, 24 e 30 de junho, e para a 01h28 no dia 29 de junho. A Fertagus oferece ainda o estacionamento nos seus parques automóveis ao longo das estações da margem sul mediante a apresentação do bilhete Rock in Rio.

A mytaxi vai, pela primeira vez, assegurar táxis coletivos na cidade de Lisboa a preços fixos e a organização do Rock in Rio-Lisboa colocará em circulação um shuttle com partidas de pontos estratégicos na envolvente de Lisboa – Cascais Villa, Beloura Shopping, Oeiras Parque, Strada Outlet, Forum Montijo – que levará os fãs até à porta da Cidade do Rock pelo valor de 12€ (ida e volta).

Além destes métodos de transporte é, também, possível chegar à Cidade do Rock de bicicleta, estando disponível um Bike Park para que todos os ciclistas possam deixar as suas bicicletas enquanto desfrutam do evento.

WC disponíveis
Desde 2008 que a organização do Rock in Rio-Lisboa disponibiliza contentores com várias cabines individuais ligadas à rede pública com centenas de casas de banho. Háverá 330 cabines, 6 delas equipadas para receber pessoas com mobilidade reduzida.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Mercados

FMI. Dívida de alto risco faz soar os alarmes

Ministro das Finanças de Angola, Archer Mangueira. Fotografia: Direitos Reservados

Archer Mangueira garante solução para dívida a empresas até final do ano

António Costa, primeiro-ministro, e Mário Centeno, ministro das Finanças, num debate parlamentar sobre o OE2019. Fotografia: REUTERS/Rafael Marchante

Outras touradas do Orçamento: as medidas mais arriscadas

Outros conteúdos GMG
RIR: Como ir, o que comer, o que levar e o que pode comprar