moda

Saco do Ikea ou Balenciaga? Diferença está no preço

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

O saco Arena da casa Balenciaga remete para o saco de transporte de compras da cadeia sueca. Os preços é que não são iguais.

É grande, azul e tem um design bastante similar ao famoso saco azul do Ikea, mas o modelo Arena criado pela marca de luxo Balenciaga tem um preço bastante diferente: mais de 2 mil euros. Em Portugal, um saco do Ikea custa 70 cêntimos.

O novo modelo de saco lançado pela casa de luxo de francesa aparenta grandes parecenças do saco Frakta da Ikea, mas a cadeia sueca não parece se ter importado com a óbvia inspiração, segundo noticia a Dezeen. A cadeia terá ficado “extremamente honrada” pelo design do novo saco da Balenciaga.

Leia ainda: Conheça o designer português ao serviço da IKEA na China

Os sacos Frakta da Ikea foram desenhados inicialmente pelos irmãos Marianne e Knut Hagberg e são feitos de materiais sintéticos e resistentes. O ano passado o saco, que pode ser encontrado em qualquer loja da cadeia sueca, foi objeto de um redesign pela empresa dinamarquesa Hay, parte de uma nova colaboração entre o atelier e a cadeia sueca.

Leia também: Portugueses que fazem pulsar o coração da IKEA

Criada em 1919, a marca de luxo Balenciaga tem agora direção criativa de Demma Gvasalia, que substituiu Alexander Wang à frente da casa de moda. O novo saco remete para o trabalho criativo de Demma Gvasalia frente à Vetements, marca que lançou, por exemplo, T-Shirts amarelas com o logotipo da DHL.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Patrick Drahi, fundador da Altice

Altice. Dona da PT confirma conversações para compra da TVI

Tesouro italiano coloca milhões a taxas de juros mínimas

Governo italiano aprova resgate de dois bancos à beira da falência

António Serrano, nos estúdios da TSF. Professor catedrático e político português, foi Ministro da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas do XVIII Governo Constitucional de Portugal.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

António Serrano: “É preciso um choque de gestão no território florestal”

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Saco do Ikea ou Balenciaga? Diferença está no preço