Mundial 2018

Os melhores modelos de televisões para assistir ao Mundial no sofá

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

O Mundial está à porta – começa já esta quinta-feira – e há grandes e bons televisores para ver os jogos das 32 seleções.

O sonho de assistir na Rússia ao campeonato do mundo de 2018 não está ao alcance de todos – de o jogar então é algo só para alguns talentosos da bola. A tecnologia pode ajudar, nomeadamente com televisores com cada vez mais qualidade de imagem que nos fazem sentir mais perto da ação dos jogos do Mundial.

Não são só os televisores que têm apostado em qualidade de imagem 4K, ou Ultra HD, para nos colocar no centro de um jogo de futebol. As câmaras têm evoluído naquilo que conseguem fazer, tal como a tem evoluído a qualidade de imagem capturada e transmitida.

A transmissão pode ser um dos maiores entraves a vermos jogos com qualidade 4K. Para este Mundial, a RTP e a NOS anunciaram um canal específico, RTP 4K, para ver a emissão dos jogos em 4K – na verdade, o que vemos nos televisores é tecnologia Ultra HD e 4K está mais associado à qualidade excelente na captação das imagens. A emissão de 28 jogos do Mundial vai estar disponível no canal 401 da grelha da NOS entre 14 de junho e 15 de julho.

Claro que com a aproximação das novas tecnologias ao futebol, o ideal pode mesmo ser ver um jogo com óculos de realidade virtual, onde a cada movimento da cabeça podemos ver o jogo como se estivéssemos mesmo no estádio – onde somos o realizador da emissão. Já houve experiências neste sentido, mas que ainda não se generalizaram.

Neste contexto, escolher um televisor, ou melhor, escolher o melhor dos televisores, pode ser uma missão difícil pela diversidade da escolha. Escolhemos alguns dos melhores e mais recentes, que estão na fotogaleria.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

O ministro das Finanças, Mário Centeno (C), acompanhado pelos secretários de Estado, da Administração e do Emprego Público, Maria de Fátima Fonseca (E), dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes (2-E), do Orçamento, João Leão (2-D), e do Tesouro, Álvaro Novo (D), fala durante conferência de imprensa sobre a proposta do Orçamento do Estado para 2019 (OE2019), realizada no Salão Nobre do Ministério das Finanças, em Lisboa, 16 de outubro de 2018. Na proposta de OE2019, o Governo estima um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2,2% no próximo ano, uma taxa de desemprego de 6,3% e uma redução da dívida pública para 118,5% do PIB. No documento, o executivo mantém a estimativa de défice orçamental de 0,2% do PIB no próximo ano e de 0,7% do PIB este ano. RODRIGO ANTUNES/LUSA

Conheça as principais medidas do Orçamento do Estado para 2019

O ministro das Finanças, Mário Centeno (C), acompanhado pelos secretários de Estado, dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes (E), do Orçamento, João Leão (2-D), e o Adjunto e das Finanças, Ricardo Mourinho Félix (D), fala durante conferência de imprensa sobre a proposta do Orçamento do Estado para 2019 (OE2019), realizada no Salão Nobre do Ministério das Finanças, em Lisboa, 16 de outubro de 2018. Na proposta de OE2019, o Governo estima um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2,2% no próximo ano, uma taxa de desemprego de 6,3% e uma redução da dívida pública para 118,5% do PIB. No documento, o executivo mantém a estimativa de défice orçamental de 0,2% do PIB no próximo ano e de 0,7% do PIB este ano. RODRIGO ANTUNES/LUSA

Dos partidos aos sindicatos, passando pelo PR, as reações ao OE 2019

Outros conteúdos GMG
Os melhores modelos de televisões para assistir ao Mundial no sofá