Tecnologia

Testes ditam qual é a melhor app de GPS

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

A Deco Proteste testou as várias apps que oferecem serviços de GPS e a popular Waze é mesmo a rainha.

Os GPS tradicionais, um dispositivo que se comprava (ainda compra) de forma separada e se colocava muitas vezes no carro ‘para sempre’, estão em desuso. Os smartphones são GPS ambulantes, práticos e que têm muitos outros usos. Neste contexto, as apps de GPS ocupam cada vez mais um papel central na deslocação urbana.

Durante anos o Google Maps ocupou um lugar central como app de GPS. Mas depois de 2012 tudo mudou, com o crescimento da Waze, uma app de GPS inovadora, que utilizava a informação dos próprios utilizadores para melhorar os caminhos para fugir ao trânsito.

A empresa criada em Israel em 2006, expandiu-se para a Ásia em 2011, começou a ter publicidade e em 2012 já tinha superado os 20 milhões de utilizadores. Foi comprada pela Google em 2013 por pouco mais de mil milhões de euros. Nesse mesmo ano a Waze foi a app da edição de 2013 do Mobile World Congress.

O crescimento continuou já no reinado da Google, que recebe algumas informações da Waze e as usa no Google Maps. Voltando aos testes da Deco Proteste, onde o critério da popularidade não existe, a Waze foi quem mais brilhou. Os critérios que valeram a liderança nas apps gratuitas foram a excelência a recalcular percursos e o facto de usar menos dados para fazer o mesmo percurso do que a prima Google Maps.

A Deco Proteste mediu nos seus testes técnicos, num percurso de 11 km, um consumo de dados de 4MB com o Google Maps. Navegar na Waze no mesmo percurso gastou apenas 2,7MB. A revista ligada à associação do consumidor analisou dados como as instruções visuais, vocais, o recálculo do percurso, a facilidade de utilização, o número de destinos e o uso da bateria.

Resumindo, a Waze venceu a categoria de apps de GPS gratuitas, seguida da Google Maps e da HERE WeGo – City Navigation (antiga HERE Maps – desenvolvida inicialmente pela Nokia). Isto em Android. Em iOS a Waze também venceu, mas a HERE WeGo surge em segundo lugar, à frente do Google Maps.

TomTom Go Mobile no top das pagas
Sem olhar a despesas, há outra aplicação que é a grande vencedora. No campo das apps pagas a TomTom Go Mobile, do gigante holandês, venceu no cômputo geral dos critérios usados pela Deco Proteste. Custa 19,99€, tanto em sistemas operativos Android como em iOS (os iPhone e iPad), mas o valor só chega para um ano, já que se trata de uma licença anual.

“Uma das suas vantagens é o facto de permitir descarregar os mapas seletivamente para a memória do telefone, ou seja, podemos navegar no estrangeiro sem usar a ligação de dados”, indica a Deco Proteste, com base nos seus testes.

Outro dos argumentos a favor é a nova pesquisa de endereços e pontos de interesse – há a possibilidade de encontrar endereços mesmo que só se introduza uma parte da morada ou do nome.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
EPA/MICHAEL REYNOLDS

Ação climática. Portugal vai ter de gastar mais de um bilião de euros

EPA/MICHAEL REYNOLDS

Ação climática. Portugal vai ter de gastar mais de um bilião de euros

2. Fazer pagamentos à frente do empregado

Consumo: seis em cada 10 portugueses paga as compras a prestações

Outros conteúdos GMG
Testes ditam qual é a melhor app de GPS