Tecnologia

Tinder. Revelado o ‘segredo’ para ter mais sucesso na app

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Escreveram-se livros e formularam-se teorias - tudo para perceber a fórmula mágica do Tinder. A app dá algumas indicações sobre como ter mais sucesso

Até há bem pouco tempo, muitos utilizadores apontavam que o Tinder recorria a um método chamado ‘Elo Score’ para apresentar possíveis candidatos(as) na aplicação. Em linhas gerais, esta pontuação era fortemente influenciada pelos ‘likes’ que eram recebidos.

Se alguém recebia um maior número de ‘likes’ e possíveis ‘matches’ (algo que acontece quando duas pessoas gostam do perfil uma da outra), esta pontuação aumentava. Ou seja, era algo ligeiramente polémico – implicava que as pessoas mais atraentes apareceriam nas opções de escolha de outras pessoas atraentes.

Leia também | Conquistas do Tinder aquecem resultados financeiros do Match Group

Esta pontuação juntava todos os ‘likes’ e ‘nopes’ recebidos no perfil e depois traduzia isto numa espécie de ranking. E já se sabe o que é que esta situação iria gerar: as queixas de “não encontro ninguém interessante no Tinder”.

No final de março, o Tinder, detido pelo Match Group, anunciava que já não ia usar isto, mas sim basear-se em opções diferentes para formular o algoritmo. Aliás, a empresa de Sean Rad, o fundador da aplicação, explicava mesmo que “o ‘Elo Score’ era uma coisa antiquada”.

Leia também | Facebook Dating. Há mais dois países a testar o futuro concorrente do Tinder

O novo algoritmo passava a estar baseado na palavra atividade: “damos prioridades às pessoas que são mais ativas na aplicação – e ativas ao mesmo tempo”. Ou seja, quanto mais se usar a aplicação, supostamente melhores serão os potenciais perfis a surgir na aplicação de encontros. Mas a atividade não é o único parâmetro capaz de influenciar o novo algoritmo: as preferências e localização também contribuem para aquilo que surge no Tinder.

Leia mais sobre tecnologia em Insider.dn.pt

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido REUTERS/Henry Nicholls - RC12D8BECE70

Boris Johnson ganha eleições britânicas com maioria absoluta

Trump Xi China

Trump assina acordo inicial com China para evitar tarifas

António Mexia, CEO da EDP. Fotografia: REUTERS/Pedro Nunes

EDP processa o Estado. Elétrica exige 717 milhões de euros

Outros conteúdos GMG
Tinder. Revelado o ‘segredo’ para ter mais sucesso na app