Tecnologia

WhatsApp está a bloquear utilizadores. Saiba o que se passa

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Quem não respeitar os termos e condições definidos pela plataforma pode ser banido. Reverter a situação pode ser muito difícil.

O WhatsApp está a banir utilizadores sem aviso prévio e quem ficar com o número bloqueado, depois vai ter muitas dificuldades em voltar a usar a plataforma. A empresa tem endurecido a luta contra utilizadores que não respeitam os termos e condições do serviço de mensagens.

Segundo o jornal El País, em causa está a utilização de aplicações do WhatsApp que são modificadas por programadores independentes. Um dos casos mais conhecidos é a aplicação WhatsApp Plus, que dá ao utilizador algumas funcionalidades que não estão disponíveis na plataforma original.

A luta do WhatsApp contra versões modificadas da aplicação não é de agora, mas se antes a empresa bloqueava os utilizadores durante um período de 24 horas, agora os bloqueios são permanentes.

“72 horas depois da tua conta ter sido banida, os teus amigos não vão encontrar o teu número”, explica o WhatsApp na sua página de perguntas e respostas, a propósito dos utilizadores que foram banidos.

A empresa explica também que só serão banidos aqueles que não respeitarem os termos e condições definidos – usar o WhatsApp Plus dá direito a ‘expulsão’ da plataforma.

Leia também: WhatsApp vai mudar. Estas são as três novas funcionalidades

No caso de plataformas como o WhatsApp, o utilizador é identificado através do número de telemóvel, pelo que mesmo que troque de smartphone ou desinstale a aplicação, o bloqueio vai continuar a ser válido.

O jornal espanhol dá destaque aos utilizadores de iPhone que têm sido bloqueados, mas a aplicação WhatsApp Plus também está disponível para o sistema operativo Android. Esta aplicação é reconhecida por usar o mesmo logótipo do WhatsApp, mas na cor azul.

Além de permitir alterar o aspeto da aplicação, o WhatsApp Plus também permite esconder informação sobre se está online, permite partilhar músicas e enviar ficheiros multimédia nos seus tamanhos originais.

Por outro lado, como a aplicação não é desenvolvida pelo WhatsApp, a empresa não consegue garantir os mesmos padrões de privacidade, sobretudo ao nível das chaves de encriptação que protegem as conversas entre os utilizadores.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Vieira da Silva e Cláudia Joaquim
Fotografia: Leonardo Negr‹ão / Global Imagens

Reformas antecipadas: novas regras vão ser aprovadas “brevemente”

Fotografia: REUTERS

Sector da construção exige o fim do Adicional ao IMI

Fotografia: Rodrigo Cabrita/Global Imagens

Frente Comum recusa fim da reforma obrigatória aos 70 anos

Outros conteúdos GMG
WhatsApp está a bloquear utilizadores. Saiba o que se passa