Tecnologia

Netflix testa versão low cost para o telemóvel na Índia

Netflix India

Pouco mais de três euros é o valor que custar a Netflix na Índia, num teste que inclui apenas aparelhos móveis e permite ter planos mais baratos.

Há muito que a Netflix usa a estratégia de testar num certo número de utilizadores mudanças nos seus serviços ou na plataforma. Desta vez fez isso mesmo com o valor da subscrição no mercado indiano, naquele que é o segundo país com mais população do mundo. O novo plano serve apenas para aparelhos móveis e permite ter um custo mensal mais baixo do que nunca, cerca 250 rúpias, ou 3,20 euros.

Ou seja, o preço passa para menos de metade do que já era praticado na Índia e permite que os utilizadores assistam a séries e filmes na definição standard (também conhecido como SD) no smartphone ou no tablet. De acordo com o Economic Times, só se pode ter um aparelho de cada vez a usar o serviço.

Leia também | Reportagem: Sabe como é que a Netflix o vicia? Com tecnologia

A iniciativa da Netflix de lançar modalidades com preços mais baixos já era esperada há algum tempo. Já tinham havido boatos desde novembro do ano passado sobre o tema e, recentemente, foram testados planos na Malásia e noutros países asiáticos.

É sabido que a Índia é um mercado-chave para a Netflix, que procura atrair mais subscritores a nível planetário numa altura em que já tem 191 milhões de contas ativas. A empresa abriu um escritório em Mumbai no ano passado e já anunciou cerca de 12 séries e 10 filmes originais no país.

Leia também | O fenómeno Friends na Netflix. Como uma série, 15 anos depois, ainda vale 100 milhões

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Artur Machado/Global Imagens

Excesso de cabrito e leitão não faz baixar o preço na Páscoa

Fernando Faria de Oliveira, presidente da Associação Portuguesa de Bancos. TIAGO PETINGA/LUSA

Bancos dizem que condições das linhas de crédito foram definidas pelo Governo

Fotografia: Regis Duvignau/Reuters

Quase 32 mil empresas recorrem ao lay-off. 552 mil trabalhadores em casa

Netflix testa versão low cost para o telemóvel na Índia