Dinheiro Vivo TV

O que valem as quatro lentes do Huawei P30 Pro? Damos a resposta

A carregar player...

Fomos por à prova o novo Huawei P30 Pro e descobrir se há mesmo uma revolução na fotografia, como promete a marca chinesa.

“Vamos reescrever as regras da fotografia, além da visão humana, é um novo capítulo da fotografia em aparelhos móveis”, dizia há umas semana o responsável da Huawei, Richard Yu, aquando da apresentação do novo topo de gama da empresa chinesa.

Numa altura em que a rivalidade nos smartphones anda ao rubro e uns meses depois da Samsung lançar o seu S10 a Huawei tem argumentos convincentes no Huawei P30 Pro.

Com um ecrã de 6,47 polegadas OLED, o P30 Pro tem uma resolução Full-HD+ (1080 x 2340 píxeis) e um formato alto e estreito. O notch de apenas 6,64mm, agora, assume a forma de gota de água para ocupar o mínimo espaço possível de ecrã, contrastando com o chamado punch hole a que a Samsung aderiu no novo S10.

Mas o foco da empresa são as câmaras. A traseira do P30 Pro inclui quatro lentes fotográficas, superando aquilo que a marca tem feito já com o P20 Pro e o Mate 20 Pro em 2018, que tinham três. A Huawei promete, com ajuda de novas funções e formas de usar as câmaras uma revolução na fotografia.

Huawei

Continua a ter o alinhamento triplo, de três câmaras, com sensor de 40 MP e abertura focal f/1,6. Seguido da câmara de 20 MP, com grande angular (abertura focal de f/2,2). A terceira câmara de 8 MP agora tem zoom ótico de 5x, antes era de 3X, numa clara aposta da marca de ter zoom de longo alcance com sistema de óticas alinhadas (abertura focal de f/3,4). Incluído está estabilização ótica da imagem (OIS). O zoom digital dá agora para tirar fotos até 50x (antes era 10x) de aproximação, um registo inédita num smartphone. Os exemplos mostrados em palco, em Paris, de fotos tiradas ao longe da Torre Eiffel, com vista depois de pormenores com o zoom digital de 50x, mereceram palmas no evento da marca.

Leia também | P30 lite. Versão acessível do topo de gama da Huawei chega a Portugal

O que faz a quarta câmara? Para já está algo escondida ao lado das três lentes principais, perto do flash. É a chamada Time of Flight para dar uma perceção 3D do espaço às fotos e vídeos, o que deve ajudar a focagem e trazer possibilidades para a aplicação de soluções de realidade aumentada. Já a câmara selfie é de 32 MP e inclui uma lente grande angular, num smartphone que grava vídeo em 4K a 30 fps.

Além do estabilizador ótico, a Huawei introduz o que chama de AIS, estabilizador para tirar fotos à distância e sem tripé, que usa inteligência artificial e demora alguns segundos para melhorar a qualidade de fotos mesmo com zoom.

O melhor mesmo é ver o resultado final no vídeo em cima.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(Artur Machado / Global Imagens)

Dinheiro Vivo mantém-se líder digital dos económicos

(Artur Machado / Global Imagens)

Dinheiro Vivo mantém-se líder digital dos económicos

O ex-governador do Banco de Portugal (BdP), Vítor Constâncio, na II Comissão Parlamentar de Inquérito à Recapitalização da Caixa Geral de Depósitos e à Gestão do Banco, na Assembleia da República. TIAGO PETINGA/LUSA

BCP, Berardo e calúnias. As explicações de Constâncio no inquérito à CGD

Outros conteúdos GMG
O que valem as quatro lentes do Huawei P30 Pro? Damos a resposta