Óscares

Oscares. PwC pede desculpa pela troca de envelopes

"La La Land" foi anunciado como melhor filme mas o vencedor afinal era "Moonlight".

A edição deste ano da cerimónia dos Oscares ficou marcada pela gaffe da troca de envelope do vencedor de Melhor Filme, o que levou a que fosse anunciado “La La Land” como vencedor quando, na realidade, a estatueta dourada tinha sido atribuída a “Moonlight”.

Uma gaffe que já levou a auditora responsável pelo controlo dos vencedores, a PriceWaterhouseCoopers, que trabalha para os Oscares há 83 anos, a reagir.

A confusão instalou-se com o engano e Warren Beatty, que estava a entregar o prémio, explicou: tinha-lhe sido dado o envelope errado, dizendo Emma Stone, “La La Land”.

A organização quer agora apurar responsabilidades e saber como foi trocado o envelope, uma vez que a cerimónia é acompanhada passo a passo pela auditora.

“Pedidos desculpa a Moonlight, La La Land, Warren Beatty, Faye Dunaway e aos espectadores da cerimónia pelo erro que foi cometido durante o anúncio do vencedor de Melhor Filme”, segundo o comunicado da PwC, citado pelo Hollywood Reporter.

“Os apresentadores receberam o envelope errado e, quando o erro foi descoberto, foi imediatamente corrigido. Estamos a investigar como é que isto aconteceu e lamentamos profundamente o sucedido. Destacamos a elegância com que os nomeados, a Academia, a ABC e Jimmy Kimmel lidaram com a situação.”

Em anos anteriores a empresa tem entregue dois conjuntos de envelopes com os vencedores, em pastas que seguem para o Dolby Theatre, uma para cada lado do palco.

No que era suposto ser uma reunião épica do casal de “Bonnie and Clyde”, Warren Beatty e Faye Dunaway, acabou por ser um momento confuso. E a confusão ,depois de Faye ter lido La La Land, só foi desfeita depois de vários elementos da equipa do filme terem discursado.

O erro acabou por ser desfeito pelo produtor de “La La Land”, que chamou ao palco os colegas de “Moonlight”, mostrando o envelope certo à plateia.

 

 

 

Nos bastidores, o realizador de “Moonlight”, Barry Jenkins, explicou o momento ao Hollywood Reporter. “São coisas que acontecem. Vi dois cartões. Queria ver o cartão e o Warren recusou a mostrar o cartão a alguém antes de mo mostrar a mim. Ele disse que eu tinha de ver aquele cartão, que eu tinha de saber.”

 

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Ricardo Mourinho Félix, Secretário de Estado Adjunto e das Finanças. 
( Filipa Bernardo/ Global Imagens )

“Cidadãos não vão tolerar situações que ponham estabilidade financeira em risco”

Ricardo Mourinho Félix, Secretário de Estado Adjunto e das Finanças. 
( Filipa Bernardo/ Global Imagens )

“Cidadãos não vão tolerar situações que ponham estabilidade financeira em risco”

Lisboa, 22/11/2019 - Money Conference, Governance 2020 – Transparência e Boas Práticas no Olissippo Lapa Palace Hotel.  António Horta Osório, CEO do Lloyds Bank

( Filipa Bernardo/ Global Imagens )

Horta Osório: O malparado na banca portuguesa ainda é “muito alto”

Outros conteúdos GMG
Oscares. PwC pede desculpa pela troca de envelopes