Tecnologia

Sabe quais as aplicações do Facebook que estão a aceder aos seus dados?

Facebook, Cambridge Analytica

Se é utilizador do Facebook há vários anos, o mais provável é que sejam várias as aplicações que têm acesso aos seus dados pessoais.

A polémica que envolve o Facebook e a Cambridge Analytica está a dominar a atenção mediática. No centro do problema está a utilização de dados, por parte da Cambridge Analytica, que foram recolhidos na rede social sem o consentimento dos utilizadores – ainda que a tecnológica diga o contrário.

Os dados usados pela Cambridge Analytica foram recolhidos através de uma aplicação que permitia fazer um teste de personalidade e foi criada pelo investigador Aleksandr Kogan. Quem usava a aplicação pensava que estava a dar os seus dados para investigação académica, mas a verdade é que esses dados acabaram por ser usados na criação de perfis de marketing – aumentando a capacidade de influência do mensageiro junto das pessoas, neste caso o eleitorado norte-americano.

O escândalo da Cambridge Analytica volta a levantar questões relacionadas com a privacidade dos dados, daí a pergunta: sabe que aplicações do Facebook estão a aceder às suas informações?

Todas as alturas são boas para rever que empresas e aplicações têm acesso a dados como o seu nome, email e lista de amigos, mas devido à pertinência do caso da Cambridge Analytica, fazer essa revisão o quanto antes é um bom conselho.

Para saber que aplicações têm acesso aos seus dados no Facebook basta aceder ao separador das ‘Definições’ e depois escolher do lado esquerdo o separador ‘Apps’ – em alternativa pode carregar neste link.

Aí poderá remover por completo qualquer aplicação à qual ainda está ligado ou poderá alterar, uma a uma, as definições de privacidade.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro critânico, Boris Johnson, (E) recebe a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen (D) no n.º 10 de Downing Street em Londres.  EPA/ANDY RAIN

Empresas portuguesas têm curso online sobre o brexit

Ilustração: Vítor Higgs

Espanhóis e chineses na corrida para entrar no capital do EuroBic

Procurador-Geral da República de Angola, Hélder Pitta Grós (EPA/MARIO CRUZ)

PGR angolano afasta mais arguidos portugueses no caso Isabel dos Santos

Sabe quais as aplicações do Facebook que estão a aceder aos seus dados?