segurança

Se viajar para os Estados Unidos vão inspecionar o seu Facebook e Instagram

3. Redes Sociais

O Departamento de Estado norte-americano vai pedir aos passageiros que viajem para os Estados Unidos mais dados, incluindo também as redes sociais. 

Sempre que viaja para os Estados Unidos, é preciso pedir uma autorização para entrar no país, onde é necessário especificar informação como a filiação, motivo da viagem, profissão ou onde vai ficar instalado.

Segundo avança o britânico Independent, quem pedir a autorização precisará ainda de indicar os dados de Instagram, Twitter, Facebook, YouTube e outros nomes de utilizador, para redes sociais que tenha usado durante os últimos cinco anos.

Leia também | São Francisco proíbe autoridades de usar tecnologia de reconhecimento facial

O jornal aponta ainda que é expectável que a medida, integrada na reforma dos formulários de pedidos de vistos, possa vir a afetar 15 milhões de pessoas, que viajam todos os anos para os Estados Unidos, seja em lazer, trabalho ou para imigração.

“A segurança nacional é a nossa prioridade principal quando são adjudicados os pedidos de vistos e qualquer potencial viajante ou imigrante para os Estados Unidos é alvo de uma extensa análise de segurança”, afirma o Departamento de Estado.

Leia também | Administradores de redes sociais arriscam prisão por conteúdos violentos

Anteriormente, já era pedido a quem se candidatava ao visto para indicar redes sociais, números de telefone, emails e muito mais dos últimos cinco anos – mas apenas caso viajassem a partir de áreas controladas por grupos terroristas.

Como seria de esperar, esta medida está a ser alvo de duras críticas por parte dos grupos de direitos civis, que apontam que “não existem provas de que a monitorização de redes sociais seja eficaz ou justa”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
lagarde centeno coronavirus

BCE. Portugal está amarrado aos bancos outra vez e isso é mau

Fotografia: Mário Cruz/EPA

Presidente da República acompanha preocupação sobre retoma de rotas da TAP

avião da TAP

PS desafia TAP a corrigir plano de rotas áreas que “lesa interesse nacional”

Se viajar para os Estados Unidos vão inspecionar o seu Facebook e Instagram