Tecnologia

Falhou o primeiro sistema de reconhecimento facial de condutores

Nova Iorque, cidade
Fonte: Pixabay Equipa de design surpreende habitantes de Nova Iorque. Fotografia: D.R.

Nova Iorque queria usar reconhecimento facial para identificar possíveis terroristas ao volante. Mas parece que nem tudo está a correr como suposto…

O Wall Street Journal avança que o teste feito em 2018 falhou por completo. A publicação teve acesso a um email da Metropolitan Transportation Authority (MTA), a entidade responsável pelo teste, que refere que “o sistema não conseguiu detetar uma única cara dentro dos parâmetros aceitáveis”. A tecnologia de reconhecimento facial foi implementada no ano passado, na ponte Robert F. Kennedy, em Nova Iorque.

Apesar de ter reconhecido as falhas do projeto, os responsáveis da MTA já vieram a público explicar que o teste continuará e que será alargado a outros túneis e pontes – mesmo que esta fase inicial não tenha sido bem-sucedida.

Leia também | Amazon rasga planos de novo quartel-general em Nova Iorque

Há várias justificações para o resultado desta primeira fase – mas a principal será mesmo o estado inicial da tecnologia de reconhecimento facial quando se junta velocidade. Em situações de laboratório, com a baixa velocidade, em 80% dos casos o sistema de reconhecimento facial conseguiu ter sucesso, mesmo com um vidro. Na ponte a circulação é feita de forma mais rápida, o que justifica a falta de sucesso.

O teste deste sistema motivou grandes críticas junto dos ativistas da privacidade, que apontam que se trata de uma justificação para ‘espiar’ os condutores. Além disso, também há a preocupação de que este sistema possa gerar mais falsos positivos do que realmente ajudar na deteção de potenciais terroristas.

Leia mais sobre tecnologia em Insider.dn.pt

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
João Lousada no deserto de Omã como astronauta análogo, em 2018

João Lousada. Conheça o primeiro português a liderar a Estação Espacial

João Lousada no deserto de Omã como astronauta análogo, em 2018

João Lousada. Conheça o primeiro português a liderar a Estação Espacial

Fotografia: REUTERS/Henry Nicholls - RC122C9DD810

Cartas de Boris Johnson causam surpresa e perplexidade em Bruxelas

Outros conteúdos GMG
Falhou o primeiro sistema de reconhecimento facial de condutores