vinho

Vinho tinto deve guardar-se no frigorífico, especialistas defendem

Vinho português vende cada vez mais

Quebrando mais uma vez a crença, alguns tipos de vinho branco devem beber-se à temperatura ambiente e não frescos.

Se é um apreciador de vinho, em particular de vinho tinto, é provável que já o tenha colocado a aquecer ou à temperatura ambiente, para atingir a temperatura ideal antes de o consumir. Mas há especialistas que parecem querer acabar com o velho hábito.

Segundo o especialista em vinhos Jancis Robinson, editor da Oxford Companion to Wine – uma série de publicações da Oxford University Press – estamos a beber o vinho tinto à temperatura errada. O vinho tinto, defende Robinson, deve ser conservado no frigorífico, e beber-se frio, refere o jornal britânico Daily Mail.

Saiba ainda: Como provar um copo de vinho sem abrir a garrafa?

“As temperaturas baixas reduzem as reações químicas, incluindo a oxidação, que é o inimigo de uma garrafa já aberta”, explica o especialista. Além disso, pode durar mais tempo sem estragar. Jancis Robinson garante ainda que não há qualquer problema em guardar a garrafa de vinho tinto – e qualquer bebida – no frigorífico, depois de aberta.

Pelo contrário, e quebrando mais uma vez a crença, alguns tipos de vinho branco devem beber-se à temperatura ambiente, e não frescos. Jancis Robinson lembra que a temperatura muito baixa, no caso do vinho branco, pode alterar o sabor.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

1400 empresas já pediram para aderir ao novo lay-off, apoios só a 28 de abril

Antonoaldo Neves, presidente executivo da TAP. Fotografia: Adelino Meireles/Global Imagens

TAP também vai avançar com pedido de layoff

Veículos da GNR durante uma operação stop de sensibilização para o cumprimento do dever geral de isolamento, na Autoestrada A1 nas portagens dos Carvalhos/Grijó no sentido Sul/Norte, Vila Nova de Gaia, 29 de março de 2020. MANUEL FERNANDO ARAÚJO/LUSA

Mais de 80 detidos e 1565 estabelecimentos fechados

Vinho tinto deve guardar-se no frigorífico, especialistas defendem