Tecnologia

WhatsApp vai deixar de funcionar nestes smartphones

truques-dicas-whatsapp-11-1060x594-960x540_c

Alguns telefones deixarão de ser compatíveis com o WhatsApp, já a partir de janeiro de 2020.

O WhatsApp atualizou a lista de sistemas operativos compatíveis com o serviço de mensagens. A partir de janeiro de 2020, alguns telefones mais antigos ficam sem acesso a novas funcionalidades.

À medida que são lançadas novas versões de sistemas operativos, algumas versões deixam de ser compatíveis com o WhatsApp, um dos produtos do universo Facebook.

A lista é atualizada com frequência e, a partir do primeiro dia de 2020, há mudanças no Android. Segundo a publicação disponível no site do WhatsApp, o serviço só será compatível com telefones que tenham o Android 4.03 e posteriores versões. Ainda assim, há algumas excepções: se tiver a partir da versão 2.3.7 do Android poderá usar o WhatsApp até dia 1 de fevereiro.

Já no iPhone, o iOS 8 deixará de ser compatível a partir de dia 1 de fevereiro de 2020. Depois desse dia, precisará de ter, no mínimo, o iOS 9 ou versões posteriores.

O WhatsApp nota que deixará de ser possível registar novas contas em equipamentos com os sistemas operativos mais antigos. Além disso, mesmo que esteja na lista de sistemas operativos compatíveis, o WhatsApp indica que poderá deixar de ter acesso às funcionalidades mais recentes, explicando que “já não está a desenvolver [funcionalidades] ativamente para estes sistemas operativos”.

A partir de dia 1 de janeiro de 2020 também chega ao fim a compatibilidade com o (extinto) sistema operativo Windows Phone. A versão do WhatsApp disponível na loja de apps da Microsoft foi eliminada em julho deste ano.

O Android 4.03, lançado em 2011, passará a ser a versão mais antiga compatível com o WhatsApp. Já o iOS 8, que passará a ser a versão mais antiga em que poderá usar o WhatsApp, foi lançado em 2014.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
A ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho (D), e o secretário de Estado do Emprego, Miguel Cabrita (E). Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Salário mínimo de 635 euros? Dos 617 dos patrões aos 690 euros da CGTP

concertação

Governo sobe, sem acordo, salário mínimo até 635 euros em 2020

concertação

Governo sobe, sem acordo, salário mínimo até 635 euros em 2020

Outros conteúdos GMG
WhatsApp vai deixar de funcionar nestes smartphones