Tecnologia

WhatsApp passa a ser ‘espiado’ pelo Facebook

whatsapp
Crédito: Unsplash

Solução deverá ser usada para identificar quando alguém estiver a violar as regras do Facebook dentro das conversas do WhatsApp

O WhatsApp, à semelhança do Facebook, tem regras do que pode ou não ser feito dentro da plataforma, mas graças às mensagens encriptadas é muito difícil identificar e penalizar quem infringe as regras da rede social.

O Facebook, que além da rede social com 2,3 mil milhões de pessoas, é também a empresa dona do WhatsApp e do Instagram, tem sido várias vezes acusada por permitir que mensagens de ódio se tornem inclusive em ataques horríveis, como o que se passou em Myanmar. As acusações também envolvem partilha de conteúdos pedófilos ou de notícias falsas que podem ajudar a eleger governantes.

Ao que tudo indica, de acordo com a Forbes, o Facebook pretende instalar uma espécie de vigilância associada à conta de cada utilizador do WhatsApp. Para isso, a equipa de Mark Zuckerberg introduziria na app um algoritmo para filtrar e monitorizar todo o conteúdo em tempo real. Essa “espionagem” seria totalmente automatizada, não só por questões práticas mas também para que o Facebook não seja acusado (mais uma vez) de invadir a privacidade das conversas dos utilizadores.

Até agora o Facebook não deu explicou com pormenor a decisão, nem deu detalhes de como o sistema poderia funcionar.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Poupança das famílias subiu no 2º trimestre

Deco pede medidas urgentes para travar crédito ao consumo

Elisa Ferreira, António Costa. Fotografia: Álvaro Isidoro/Global Imagens

Elisa Ferreira. Minas de lítio têm de “compensar impacto ambiental”

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira (E), e a ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho (D). Fotografia: ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Governo deixa cair referencial geral para aumento de salários

WhatsApp passa a ser ‘espiado’ pelo Facebook