Lucro do Lloyds cresce 72,1% no 1.º trimestre para 1.027 milhões de euros

O lucro do Lloyds Banking cresceu 72,1% no primeiro trimestre deste ano, anunciou hoje a instituição financeira britânica

O lucro do Lloyds Banking cresceu 72,1% no primeiro trimestre deste ano, para 871 milhões de libras (1.027 milhões de euros), face a igual período do ano anterior, anunciou hoje a instituição financeira britânica.

O Lloyds Banking, que é liderado pelo português Horta Osório e ainda é detido pelo Estado britânico em 2% do seu capital, registou um lucro de 506 milhões de libras (597 milhões de euros) nos três primeiros meses do ano passado, refere o grupo em comunicado.

Independentemente de todos os lucros que o banco tem vindo a acumular, a instituição continua a avançar com o agressivo plano de despedimentos no grupo, que já ceifou o emprego a 12 mil pessoas.

As receitas globais atingiram os 4.410 milhões de libras (5.203 milhões de euros) no primeiro trimestre deste ano, mais 1% em relação ao primeiro trimestre do ano anterior.

Os depósitos de clientes alcançaram, no trimestre em apreço, 415.000 milhões de libras (489.700 milhões de euros).

O presidente executivo, António Horta-Osório, realçou o bom desempenho do banco no primeiro trimestre do ano e a sua capacidade para responder a um "ambiente desafiante".

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de