marca

Altice sem chief marketing officer em pleno processo de mudança de marca

Nicolas Petit

Fotografia: D.R.
Nicolas Petit Fotografia: D.R.

Nicolas Petit tinha sido nomeado em junho pelo grupo e tinha em mãos o processo de rebranding da marca Altice

Nicolas Petit já não é o Chief Marketing Officer da Altice, o grupo dono do Meo, apurou o Dinheiro Vivo. Ex-Microsoft, o profissional tinha sido nomeado em junho como responsável das atividades de marketing para a área de consumo e empresarial. Até ao momento, ao que foi possível apurar, ainda não há um substituto para o cargo deixado em aberto.

Nicolas Petit era igualmente responsável pela gestão do lançamento da nova marca global do grupo, anunciada em maio e que tem vindo a ser implementada nos mercados onde a Altice está presente. O gestor reportava diretamente ao CEO da Altice, Michel Combes, que na passada quinta-feira apresentou a sua demissão.

Leia ainda: Altice perde 1,5 mil milhões em bolsa por dia

Em Portugal irão desaparecer as marcas Meo e PT Portugal, mantendo-se apenas o Sapo (portal), o Moche (tarifário jovem) e Uzo (tarifário low cost). O processo está a ser feito de forma faseada até meados dos próximo ano. No âmbito do rebranding, o antigo Pavilhão Atlântico deixou cair o Meo e passou a designar-se Altice Arena, tendo as camisolas do FC Porto, clube patrocinado pela operadora, passado a apresentar a marca Altice. Qual a marca que ficará associada a eventos como os festivais de verão ainda está a ser definido.

Nicolas Petit ingressou a Altice vindo diretamente da Microsoft Corporation, onde exercia como director-geral e responsável global de marketing e operações. Anteriormente, teve diversas posições de liderança na Microsoft França, nomeadamente, como Chief Operating Officer e Chief Marketing Officer e foi apresentado pelo grupo Altice como tendo tido”um contributo chave na transformação digital da Microsoft em torno da cloud e dos terminais”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Francisco Pedro Balsemão, CEO do grupo Impresa. Foto: DR

Impresa.Reestruturação já atingiu 20 trabalhadores. E chegou ao Expresso

PCP

Subsídios por duodécimos no privado também acabam em 2018

Turistas no novo terminal de cruzeiros de Lisboa, Santa Apolónia. Fotografia: Gustavo Bom/Global Imagens

Instituto alemão prevê boom na construção em Portugal até 2020

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Conteúdo TUI
Altice sem chief marketing officer em pleno processo de mudança de marca