publicidade

Cara de shot. O busto de Ronaldo agora é campanha

Ronaldo_beirao

Licor Beirão publicou post depois de ser conhecido o busto de Ronaldo no aeroporto da Madeira.

Mal foi conhecido o busto de Cristiano Ronaldo no aeroporto da Madeira foi um furor de comentários nas redes sociais, buzz que não passou ao lado do Licor Beirão.

A marca de bebidas publicou um post na sua página do Facebook com uma sugestão ao jogador do Real Madrid e da Seleção Nacional. “Cara de shot, Ronaldo? Bebe antes Beirão”, sugere a marca. “Estamos solidários, Cristiano Ronaldo! Sabemos que os grandes desportistas não bebem. Já os bustos… temos as nossas dúvidas! #caradeshot“, escrevia a marca no post.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

A reação dos mais de 835 mil seguidores da marca de bebidas foi imediata: mais de 56 mil comentários e mais de 9900 partilhas. A campanha contou com o contributo da agência 10.digital, que celebrou a campanha com um post patrocinado na rede social. “O sucesso dos nossos clientes é o nosso sucesso. E que bom que tem sido partilhá-lo com o Licor Beirão ao longo dos últimos anos! Já viu a mais recente campanha? Foram mais de 30,000 gostos, 5,000 mil partilhas e 1,000 comentários em cerca de 4 horas. E não para de aumentar! “, referem.

Não é a primeira vez que a Licor Beirão tem levado para a sua comunicação momentos ‘quentes’ ou virais em Portugal. Em 2011, a campanha de Natal da marca levou a Angela Merkel e Nicolas Sarkozy para os anúncios, lembrando os líderes dos governos da Alemanha e da França que os portugueses se estavam a esforçar para combater a crise. A campanha tinha criatividade da Uzina, a mesma agência que já tinha levado para a comunicação da Licor Beirão Paulo Futre, depois da conferência de imprensa em que o antigo jogador Sporting e do Atlético de Madrid dava o seu apoio à lista de Dias Ferreira, na altura candidato à presidência do clube de Alvalade.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: REUTERS/Rafael Marchante

Finanças cortam 11% na verba para descongelar carreiras em 2019

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte REUTERS/Alessandro Bianchi

Itália não cede a Bruxelas e mantém orçamento

Fotografia: JOSÉ COELHO/LUSA

Vieira da Silva admite que 600 euros são “ponto de partida”

Outros conteúdos GMG
Cara de shot. O busto de Ronaldo agora é campanha