marca

Coca-Cola mudou a embalagem. Sabe porquê?

A carregar player...

Marca implementa a estratégia de marca única iniciada há um ano com a nova assinatura Taste the Feeling

Um ano depois de ter iniciado a estratégia de comunicação de marca única e ter convidado dos consumidores a Taste the Feeling, a Coca-Cola deu o último passo: mudou as embalagens.

Todas as variantes da marca de refrigerante (Sabor Original, Zero Açúcar, Light, Zero Açúcar Zero Calorias e Sabor Original Sem Cafeína) passam a ter a mesma identidade. Ou seja, o mesmo design, comunicação, publicidade e ideia criativa.

“O novo posicionamento de ‘marca única’ teve a sua primeira materialização e mudança na nossa forma de comunicar, deixámos de comunicar três marcas com personalidades distintas, para uma única marca, a icónica Coca-Cola, com diferentes variações. Neste início de ano essa alteração torna-se mais impactante e próxima, materializando-se em todas as embalagens agora unificadas sobre a mesma identidade, a personalidade Coca-Cola e o seu reconhecido disco vermelho”, diz Tiago Santos Lima, Diretor de Relações Externas da The Coca-Cola Company para Portugal, citado em nota de imprensa.

Todas as variantes da Coca-Cola passam a partilhar o mesmo estilo visual, onde o disco vermelho surge como protagonista. Cada uma das variantes terá uma cor diferente, permitindo a sua fácil identificação. Assim nas latas a Coca-Cola Sabor Original terá a cor vermelha, a Zero Açúcar o preto, o Light o prateado, Zero Açúcar Zero Cafeína o dourado e a Coca-Cola Sabor Original Sem Cafeína (dourado).Nas garrafas será possível identificar as diferentes opções através da cor da tampa.

Para dar a conhecer as alterações agora introduzidas no mercado português ao nível das embalagens, a marca vai realizar uma campanha mass market em TV, outdoor, redes sociais, media digital e ponto de venda.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

LUÍS FORRA/LUSA

Dia 6. 50 euros dividem patrões e motoristas

O advogado e porta-voz do sindicato nacional dos motoristas, Pardal Henriques. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Sindicato: “Queremos bases bem definidas para iniciar negociação”

Outros conteúdos GMG
Coca-Cola mudou a embalagem. Sabe porquê?