marca

CTT tem nova agência de publicidade e reposiciona marca

Fotografia: D.R.
Fotografia: D.R.

O cavalo, símbolo há séculos da marca CTT, que assinala este ano 500 anos, cai da comunicação comercial da marca.

A Havas é a nova agência de publicidade do grupo CTT, confirmou ao Dinheiro Vivo Miguel Salema Garção, diretor de marca e comunicação dos CTT. A agência substitui, assim, a Partners, que era a sua anterior agência. “A Havas é a nova agência de publicidade do grupo CTT, exceto do Banco CTT que continua a Partners até ao final do primeiro semestre”, diz o responsável. O cavalo, símbolo há séculos da marca CTT, cai da comunicação comercial da marca.

A escolha resulta de um concurso lançado o ano passado, tendo a escolha sido feita já em fevereiro. Além da Havas e da Partners, outras duas agências, a VML Y&R e a Wunderman Thompson, concorreram à conta.

O primeiro trabalho da Havas vai ser conhecido na campanha de reposicionamento dos CTT que hoje está a ser anunciado.

revitalização da identidade

A novo logótipo fica mais simples e focado só nas letras

Com este novo posicionamento de marca são também lançados um novo site e uma nova app, que constituem “apenas o arranque do que será uma presença digital cada vez mais forte”, diz João Bento, CEO dos CTT.

“Mais de que um novo posicionamento de marca”, a mudança simboliza a nova fase da empresa que, no ano em que se celebram 500 anos de correio. Daí que o logótipo comercial deixe de ser o tradicional, com o cavalo, e passe a ser mais simples, só com as letras, e usando várias cores.

O reposicionamento propõe uma “maior simplicidade da marca. O símbolo do cavalo mantém-se na comunicação corporativa, mas cai de tudo o que é comunicação comercial, exceto para área de filatelia”, explica Miguel Salema Garção. A marca surge com uma nova assinatura: “a nossa entrega é total”, visando transmitir uma imagem mais próxima e relacional, traduzindo a confiança na marca. “Posicionamo-nos claramente como um player de entrega e recolha”, reforça o responsável de marketing. “Com o respeito à sua história, (os CTT) estão a abrir um novo ciclo”.

O movimento passa igualmente pelo digital, onde os 20 websites existentes passam a apenas quatro, segmentando em área dirigida a particulares e empresas. A implementação na rede de lojas vai ser implementada gradualmente. Não foi avançado o valor de investimento neste reposicionamento.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

1400 empresas já pediram para aderir ao novo lay-off, apoios só a 28 de abril

Antonoaldo Neves, presidente executivo da TAP. Fotografia: Adelino Meireles/Global Imagens

TAP também vai avançar com pedido de layoff

Veículos da GNR durante uma operação stop de sensibilização para o cumprimento do dever geral de isolamento, na Autoestrada A1 nas portagens dos Carvalhos/Grijó no sentido Sul/Norte, Vila Nova de Gaia, 29 de março de 2020. MANUEL FERNANDO ARAÚJO/LUSA

Mais de 80 detidos e 1565 estabelecimentos fechados

CTT tem nova agência de publicidade e reposiciona marca