audiências

Dinheiro Vivo é líder em páginas vistas dos sites económicos

capa

Maior liderança de sempre do Global Media Group no ranking netScope registada em setembro.

O site do Dinheiro Vivo é líder na informação económica em páginas vistas em Portugal, com 15,1 milhões – o Jornal de Negócios, em segundo lugar, tem 13,5 milhões e o Jornal Económico, em terceiro, tem 8,6 milhões -, de acordo com o ranking netScope de setembro.

O Dinheiro Vivo é líder também em acessos mobile nos dois indicadores: 2,2 milhões de visitas e 9,8 milhões páginas vistas – segue-se o Jornal de Negócios com 1,6 milhões de visitas e 4,2 milhões de páginas vistas e o Económico com 1,8 milhões e 3,6 milhões, respetivamente.

As marcas de informação do Global Media Group continuam, pelo 16.º mês consecutivo, a ser a primeira escolha do público para ler notícias e outros conteúdos nas plataformas digitais.

O ranking netScope coloca o grupo detentor de marcas como o Dinheiro Vivo, Jornal de Notícias, Diário de Notícias, O Jogo e TSF, entre várias outras marcas, numa consecutiva liderança absoluta do ranking nacional. O grupo reforça a sua liderança com 63,6 milhões de visitas totais, distanciando-se cada vez mais (35% à frente) dos restantes players deste mercado. Em páginas vistas, o Grupo lidera pelo segundo mês consecutivo com 328,7 milhões (13% à frente dos restantes players). A liderança do Grupo nos acessos mobile é indiscutível, com 46,9 milhões de visitas e 191 milhões de páginas vistas.

No mês de setembro, o Jornal de Notícias voltou a ultrapassar, em número de visitas, o Correio da Manhã, com 19,2 milhões e 18,2 milhões, respetivamente. Também em acessos mobile o JN encontra-se à frente do seu concorrente, com 14,4 milhões de visitas e 47,1 milhões de páginas vistas (Correio da Manhã com 12,5 milhões e 46,8 milhões, respetivamente). O JN é assim a marca preferida dos leitores em plataformas digitais no segmento de informação geral.

O Diário de Notícias, mantém a sua posição de liderança enquanto marca de informação de referência, com 12,7 milhões de visitas e 39,6 milhões de páginas vistas, continuando à frente do Público (11,1 milhões e 37,3 milhões, respetivamente) e do Expresso (9,4 milhões e 28,7 milhões) em ambos os indicadores. Esta liderança apresenta-se também consolidada em acessos mobile, registando o Diário de Notícias 8,9 milhões de visitas e 19,5 milhões de páginas vistas (Público: 6,3 milhões e 13,2 milhões; e Expresso: 6,2 milhões e 12,3 milhões).

Nas marcas desportivas, O Jogo é o segundo site com mais visitas em acessos mobile (12,3 milhões) e é o quinto site com mais visitas do ranking (16,3 milhões). No mês de setembro o diferencial, no indicador visitas, face ao 2º player deste segmento, atingiu o menor valor de sempre (16,3 milhões vs 18,5 milhões do Record).

A marca de informação de rádio do grupo, TSF, regista em setembro 1,9 milhões em visitas e 7,9 milhões em páginas vistas.

O site de informação para mulheres Delas.pt, mantém a sua liderança sustentada no segmento feminino, registando no mês de setembro 2,5 milhões de visitas e 15,2 milhões de páginas vistas.

A mais recente marca do grupo, Men’s Health, bate o seu recorde no mês de setembro quer em visitas (731 mil) quer em páginas vistas (7,1 milhões), liderando assim no segmento dos sites masculinos.

No segmento de sociedade, a N-TV em setembro regista 1,2 milhões de visitas e 19,1 milhões de páginas vistas.

No segmento automóvel, o Motor 24 mantém a liderança, com 1,5 milhões de visitas e 11,9 milhões de páginas vistas, distanciado do segundo player deste segmento, a Autohoje (com 1,2 milhões e 3,7 milhões, respetivamente).

Na área de revistas do Global Media Group, a Volta ao Mundo apresenta em setembro 1 milhão de visitas e 9,9 milhões de páginas vistas. A Evasões capta 900 mil visitas e 8,3 milhões de páginas vistas.
Já a Notícias Magazine regista 1,1 milhões de visitas e 7,3 milhões de páginas vistas.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A Poveira, conserveira. Fotografia: Rui Oliveira / Global Imagens

Procura de bens essenciais dispara e fábricas reforçam produção ao limite

Fotografia: Regis Duvignau/Reuters

Quase 32 mil empresas recorrem ao lay-off. 552 mil trabalhadores em casa

coronavírus em Portugal (covid-19) corona vírus

266 mortos e 10 524 casos confirmados de covid-19 em Portugal

Dinheiro Vivo é líder em páginas vistas dos sites económicos