audiências

Dinheiro Vivo é pela primeira vez líder dos económicos no digital

dinheiro-vivo-1060x594-1546598179

Novas apostas editoriais levam à liderança das audiências dos sites de informação económica.

Pela primeira vez, o Dinheiro Vivo assumiu a liderança no digital da informação económica, consolidando a tendência crescente de audiência desde o início do ano. Em março, segundo dados auditados do ranking netAudience, da Marktest, a marca do Global Media Group – dono do Diário de Notícias, TSF e Jornal de Notícias, entre outros títulos – alcançou uma audiência multiplataforma de 1,13 milhões de pessoas. Abaixo ficou o Jornal de Negócios, com uma diferença de cerca de oito mil utilizadores a menos do que o DV.

netaudience

Além do noticiário diário de atualidade, o Dinheiro Vivo tem apostado em diversificar os seus conteúdos. Exemplo disso é a série de reportagens em vídeo Dinheiro Vivo – Made in Portugal, que já vai no 12º episódio onde são contados na primeira pessoa os casos de sucesso de empresas nacionais de renome.

Outro exemplo é a rubrica semanal Pergunte ao Advogado, com especialistas a responder a perguntas dos leitores através da lei. Questões laborais, de impostos e dos direitos em geral dos cidadãos no plano económico merecem aqui um destaque especial.

Mas há mais exemplos de conteúdos em vídeo, bem diferentes e focados na diversidade. Um deles é o Xarope Emocional, um programa em parceria com Raul de Orofino, que combina o teatro-empresa com conselhos de liderança, gestão das emoções, resiliência, retenção de talento, gap geracional, humor e motivação na empresa, entre muitos outros temas. O outro é a rubrica Palavra de Coach, onde Aida Chamiça, coach de executivos e presidente da International Coach Federation (ICF) Portugal, mostra-lhe como ganhar controlo sobre o seu percurso laboral.

A forte aposta de conteúdos diários em vídeo Dinheiro Vivo TV é um dos compromissos que assumimos com os nossos leitores e que muito tem contribuído para o crescimento da audiência.

Os conteúdos de tecnologia, com destaque para reportagens em gigantes tecnológicos como Facebook, Google e Microsoft, são parte também de uma aposta editorial que leva ao nosso leitor muito mais informação do que o conteúdo noticioso económico diário. A transformação digital e as novas profissões tecnológicas, a inteligência artificial e o machine learning, o ensino da programação e das novas tecnologias desde o ensino básico até à formação universitária, as novas ferramentas digitais para gestores e as grandes mudanças no chamado chão de fábrica. Estes são apenas alguns dos temas que merecem destaque constante.

Desde sempre, e com uma aposta cada vez mais forte, o Dinheiro Vivo assume também o seu ADN informativo dos Fazedores, no universo das startups. A inovação é um dos grandes motores da economia e, como não podia deixar de ser, o Dinheiro Vivo mostra a ‘revolução’ empresarial do País e, muitas vezes, compara-a com o que se faz lá fora, visitando países com uma forte aposta no tecido empresarial jovem.

Estas e outras apostas constantes não são apenas visíveis todos os dias, 24 horas por dia, 365 dias por ano, no digital e nas redes sociais. Os leitores já se habituaram a ler o Dinheiro Vivo com o seu Diário de Notícias e Jornal de Notícias e a ouvir associado à TSF, em espaços de entrevistas semanais como A Vida do Dinheiro.

As audiências do Global Media Group

Em março, ainda segundo dados auditados do ranking netAudience, da Marktest, o Global Media Group (GMG) manteve a liderança dos Publishers, com um reach de 3,58 milhões. A Cofina, em segundo lugar, acumulou 3,42 milhões e, a Media Capital, em terceiro, 3,3 milhões.

No ranking dos sites, o Jornal de Notícias ocupa a segunda posição, tocando 2,37 milhões de pessoas, ficando abaixo apenas do Correio da Manhã. O Diário de Notícias está em sexto, com 1,75 milhões. E O Jogo em 12.º, com 1,2 milhões. A TSF somou 980 mil utilizadores.

O site feminino Delas conta com 484 mil utilizadores e o site de automóveis e mobilidade Motor24 com 506 mil. Já a Women’s Health e a Mens’s Health fecharam março com 83 mil e com 235 mil, respetivamente. A N-TV teve um reach de 319 mil indivíduos, a Evasões 285 mil, a Volta ao Mundo 320 mil e a Notícias Magazine 297 mil. A Plataformamedia e o V-Digital alcançaram 154 mil e 116 mil utilizadores, respetivamente.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Caixa Geral Depósitos CGD Juros depósitos

Caixa perdeu 1300 milhões com créditos de grandes devedores

Ursula von der Leyen foi o nome nomeado para presidir à Comissão Europeia. (REUTERS/Francois Lenoir)

Parlamento Europeu aprova Von der Leyen na presidência da Comissão

Christine Lagarde, diretora-geral demissionária do FMI. Fotografia: EPA/FACUNDO ARRIZABALAGA

Christine Lagarde demite-se da liderança do FMI

Outros conteúdos GMG
Dinheiro Vivo é pela primeira vez líder dos económicos no digital