Criativos no Mundo

Eles trocaram de agência e de marca automóvel. Adeus VW olá Kia e Hyundai

José Filipe Gomes e Pedro Lourenço

Fotografia: D.R.
José Filipe Gomes e Pedro Lourenço Fotografia: D.R.

Depois de três anos, a dupla de Criativos no Mundo mudou para uma nova agência. Vão trabalhar Kia e Hyundai

José Filipe Gomes e Pedro Lourenço mudaram de agência e de marca automóvel. Os Criativos no Mundo mudaram-se de armas e bagagens da DDB Berlim para a Innocean e vão passar a trabalhar as marcas Kia e Hyundai deixando para trás a Volkswagen.

“Tivemos três anos muito bons na DDB, onde aprendemos muito, fizemos trabalho de que estamos orgulhosos e ainda ganhámos vários prémios internacionais. Mas sentimos que estava na hora de abraçar um desafio diferente”, começa por referir José Filipe Gomes ao Dinheiro Vivo. “Acreditamos que na Innocean há potencial para sermos muito felizes: vamos trabalhar praticamente com a mesma equipa que tínhamos na DDB, com uma relação mais próxima do cliente, e para marcas que estão a crescer e com vontade de fazer bom trabalho”, acrescenta o diretor de arte senior.

Dois leões em no festival Cannes Lions 2017, mas também galardões no D&AD, One Show, Clio, Epica, Eurobest, FWA, ADC Alemanha são alguns dos prémios criativos que conquistaram no período em que estiveram ligados à DDB Berlim.

“A Innocean de Berlim é um hub criativo para o resto da network que trabalha para Kia e Hyundai na Europa (e não só). Somos cerca de 25 pessoas neste momento e o sentimento é o de uma startup onde tudo acontece muito rápido, e onde cada um de nós tem um papel muito maior do que o que diz o nosso cartão de visita”, refere Pedro Lourenço, copywriter senior.

Os Criativos no Mundo vão trabalhar sobretudo as contas da Hyundai e Kia, mas também na angariação de novas contas. “O desafio é tornar a Innocean numa agência conhecida pelo seu perfil criativo e não por ser a agência inhouse de Hyundai”, diz José Filipe Gomes. “É um desafio muito estimulante nesta fase da nossa carreira. Ganhámos muitos prémios numa network gigante, para um cliente com tradição criativa. Agora o desafio é conseguirmos fazer a mesma coisa num sítio que só agora começa a querer ter essa cultura”, frisa.

“Somos uma dupla sénior, mas dado o tamanho da agência, vamos ter mais responsabilidade do que tínhamos na DDB, e vamos estar muito mais envolvidos nos processos e mais próximos dos clientes”, diz Pedro Lourenço. “Vamos continuar a trabalhar directamente com o Ricardo Wolff (ECD) e com o Gabriel Mattar (CCO para a Europa), tal como acontecia na DDB, e com o Jeremy Craigen (Global CCO) – uma lenda da publicidade, com quem esperamos aprender muito também”, diz.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

Rua de Santa Catarina, no Porto. (Pedro Correia/Global Imagens)

“Selo do carro”: Governo aplica desconto para travar forte subida de preços

Fotografia: JOÃO RELVAS/LUSA

Costa explica amanhã orçamento aos deputados do PS

Outros conteúdos GMG
Eles trocaram de agência e de marca automóvel. Adeus VW olá Kia e Hyundai