Facebook endurece luta contra notícias falsas

Rede social quer proteger utilizadores de conteúdo duvidoso.

Verificadores de factos, algoritmos e anúncios bloqueados - é o exército armado do Facebook para combater a praga das notícias falsas. A rede social esteve debaixo de fogo após as eleições norte-americanas, com um coro de protestos a alegar que a difusão de conteúdo falso através de publicações virais na rede social acabou por influenciar o resultado das votações.

Em comunicado, Adam Mosseri, vice-presidente da gestão de produto do mural do Facebook, admitiu que a empresa está atenta às preocupações dos utilizadores e está a preparar uma série de ferramentas para ajudar na identificação e eliminação de notícias falsas.

Neste momento, já é possível reportar uma publicação, identificando-a como notícia falsa. Só que a rede social quer ir ainda mais longe. Em curso, está uma pareceria com organizações independentes que farão uma verificação de factos de todas as publicações que levantarem suspeitas. Se a veracidade das informações não for comprovada, os utilizadores receberão um alerta sempre que quiserem ler ou partilhar a história.

Por outro lado, a equipa de Mark Zuckerberg está a trabalhar num algoritmo de forma a impedir que conteúdo duvidoso ganhe destaque no Facebook. E, sabendo que a maioria destas páginas existe por razões financeira - tentando lucrar com os cliques obtidos, a empresa está determinada a não anunciar nessas páginas e a tomar ações concretas que visem diminuir o lucro dessas iniciativas.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de