Fim de semana grande. 4 maneiras de entreter os miúdos

Há cinema na Culturgest, música no CCB, teatro no Chapitô e visitas em São Roque. Quatro sugestões para aproveitar o fim de semana alargado em família

Teatro no Chapitô: "Portugal por miúdos"

O livro de José Jorge Letria já era uma forma simpática de apresentar a história de Portugal aos miúdos. Agora, foi transformada em peça de teatro o que torna tudo ainda mais divertido. O início é aquele que sabemos: a fundação do reino por D. Afonso Henriques. A partir daí, há um pouco de tudo desde a batalha de Alcácer-Quibir até à Revolução do 25 de Abril. Para ver no Chapitô.

Visitas no Museu de São Roque. Há animais no museu?

Um cão, um camelo, um pavão, uma pomba, um pelicano, uma ovelha e um cavalo alado. São estes os animais que estão escondidos entre as obras de arte do Museu de São Roque e que os miúdos serão desafiados a encontrar. Há pistas espalhadas para ajudar a encontrar os animais e, uma vez descoberto o quadro onde o bicho se esconde, os monitores contam a sua história tal como ela vem no "Livro dos animais do Museu de São Roque".

IndieJúnior. Cinema para todos na Culturgest

Cinema de qualidade para toda a família é a oferta da Culturgest. Durante o IndieLisboa há programação específica para os miúdos e já segmentada por idades: +3 anos, +6 anos, +9 anos, +12 anos e +15 anos. Para além destas, também há as sessões Famílias, que acontecem apenas aos feriados e fins de semana. Os filmes em exibição são as melhores curtas e longas-metragens da competição IndieJúnior.

Centro Cultural de Belém. Chegaram os dias da música

É assim todos os anos e neste abril de 2016 os círculos na agenda marcam os dias 22, 23 e 24. Os "Dias da Música em Belém" estão de regresso ao Centro Cultural de Belém com atividades para pais e filhos (incluindo serviço de baby-sitting). Para os miúdos, destaque para "A volta ao mundo em 80 sons", inspirado nas viagens de Phileas Fogg descritas no livro de Júlio Verne, uma oficina de música onde há dezenas de instrumentos para experimentar. Outra sugestão é "Kaô: Embalos do mundo", uma mistura de teatro com música, onde três intérpretes femininas cantam músicas que passam de geração em geração.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de