Escolha do Consumidor

Escolha do Consumidor. Dinheiro Vivo ganha prémio de imprensa económica

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Houve mais de 120 marcas premiadas, em 13 setores diferentes. Global Media Group ganhou cinco troféus

O Global Media Group (GMG) saiu da VI edição dos prémios “Escolha do Consumidor” com cinco prémios, em diferentes categorias. O Dinheiro Vivo venceu a categoria de Imprensa Económica nos troféus que foram entregues esta semana e que avaliam a satisfação e a aceitação dos consumidores em relação a produtos e serviços.

Nesta edição, 124 marcas foram distinguidas em 13 setores e quatro categorias depois de um processo que durou mais de seis meses, desde as candidaturas até à entrega dos troféus. Na última edição, participaram 867 marcas diferentes, que se sujeitaram à avaliação de 222.664 consumidores, em três fases: identificação, classificação e definição dos atributos.

Na primeira fase foram identificados os atributos importantes e determinantes na avaliação da satisfação do consumidor através de pequenos grupos (focus group). “Conseguimos identificar em cada categoria de consumo entre 20 e 30 critérios”, destaca, em declarações ao Dinheiro Vivo, José Borralho, líder do Consumer Trends – Centro de Avaliação da Satisfação do Consumidor, que detém a insígnia da “Escolha do Consumidor”.

Depois, cada consumidor classificou a importância de cada atributo para um painel virtual de consumidores. Foi necessário recorrer a “consumidores representativos de cada categoria. Nas papas infantis, estamos a falar de pais e mães com filhos”, exemplifica.

Na última fase foi definido um ranking de satisfação e aceitação face aos atributos experimentados por cada consumidor. Foi avaliada a satisfação total dos consumidores após a avaliação das marcas por cada categoria e com métodos adaptados, que vão desde o cliente mistério presencial e online à prova cega de sabores.

A avaliação do ano passado ficou concluída em novembro, mas tem sofrido várias adaptações: “O que acontece no mercado influencia o que o consumidor pensa. Não há uma avaliação estanque”. Por exemplo, “se houver uma crise como a do sector financeiro, os consumidores começarão a trazer ao de cima preocupações como a salvaguarda dos seus depósitos e a honestidade dos bancos”.

Na edição de 2017, 124 marcas receberam os troféus de setores como comunicação social, alimentação, entretenimento, viagens e lazer, produtos e equipamentos para o lar, cuidados pessoais, serviços e comércio especializado, produtos e serviços de beleza, cuidados infantis, área financeira, automóvel, higiene no lar e telecomunicações.

José Borralho defende que a “Escolha do Consumidor” diferencia-se de outros prémios, porque em vez de “ficar presa a critérios como confiança, inovação, sabor e notoriedade todos os anos vai ouvir os portugueses”. Segundo o Consumer Trends, este prémio pode gerar um impacto de 88% na notoriedade das marcas, acima da concorrência.

Prémios do GMG
No caso do GMG, dona também do DN, JN e TSF, além do Dinheiro Vivo, houve mais quatro revistas que foram escolhidas pelos consumidores portugueses: a Evasões foi distinguida na categoria de imprensa de lazer; a Men’s Health ganhou o prémio para imprensa lifestyle masculina; a Notícias Magazine ficou com o troféu para a imprensa de cultura; a Volta ao Mundo ganhou o prémio de imprensa de viagens.

Os prémios do GMG foram recebidos por José Carlos Lourenço (administrador), Rosália Amorim (diretora do Dinheiro Vivo), Catarina Carvalho (diretora da Volta ao Mundo, Evasões e Notícias Magazine), Pedro Lucas (diretor da Men’s Health), Ricardo Santos (editor da Volta ao Mundo) e Rui Leitão (diretor de arte da Evasões).

A VI edição da “Escolha do Consumidor” ficou ainda marcada pela estreia da categoria dedicada às marcas de excelência, em que a análise dos consumidores aos produtos e serviços foi complementada pela “avaliação das práticas internas das empresas na implementação e busca de soluções para os consumidores”.

A CUF foi distinguida na área dos hospitais; a Fidelidade foi premiada na categoria de seguros; a Meo foi galardoada na área de telecomunicações; a cadeia Meu Super destacou-se no segmento de retalho.

O prémio de excelência juntou-se aos restantes três galardões: escolhas do consumidor, em que as marcas são avaliadas pelos clientes; escolhas sénior, em que são avaliados produtos e serviços direcionados a consumidores com mais de 60 anos; e as escolhas dos profissionais, em que tanto serviços como produtos para profissionais são avaliados por quem trabalha nas diferentes áreas.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Foto: DR

Renováveis custam em média 11 euros por mês às familias na fatura da luz

Comissário Europeu Carlos Moedas
( Álvaro Isidoro / Global Imagens )

“É preciso levantar a voz contra o discurso anti-empresas do PCP e do BE”

Herdade da Comporta deverá conhecer um novo proprietário em breve. FOTO: Carlos Santos/Global Imagens

Comporta. Proposta de Paula Amorim e milionário francês é a única vinculativa

Outros conteúdos GMG
Escolha do Consumidor. Dinheiro Vivo ganha prémio de imprensa económica