Gigantic. Uma nova agência dos sócios da Born chega ao mercado

João Félix da Costa e Duarte Vilaça acabam de lançar uma nova agência digital. Gigantic tem na mira novos clientes e oferecer serviços no mercado externo.

Gigantic é a nova agência a chegar ao mercado. "Um projeto autónomo, com ambições próprias" dos mesmos sócios da agência Born, João Félix da Costa e Duarte Vilaça. "O investimento no primeiro ano ultrapassa os 200 mil euros, e o objetivo é consolidar a empresa e as metodologias, criando uma base que permita iniciar o processo de internacionalização da empresa no segundo ano", adianta Duarte Vilaça, em declarações ao Dinheiro Vivo.

O projeto surge num momento em que muitas marcas, por causa da pandemia, reajustaram os seus investimentos em comunicação. "É verdade que existe um reajustamento nos investimentos de comunicação das marcas, mas existe sobretudo a convicção entre gestores e marketeers que o digital pode efetivamente ser uma ferramenta de incremento de negócio e vendas. Muitos perceberam isso relativamente ao mercado nacional e agora querem testar processos de internacionalização com base nas ferramentas digitais", justifica o sócio da Gigantic.

"A Born segue sempre, mantém a sua estrutura com escritórios em Lisboa e Luanda. Tudo normal. A Gigantic é uma nova operação, para a qual construímos uma equipa de raiz", assegura.

A agência junta-se à Born, especializada em criação e gestão de marca, tendo como missão aumentar a performance de vendas dos clientes através de canais digitais. "Há procura muito específica para este serviço. Perderíamos eficácia se a oferta fosse diluída dentro da Born. Muitas vezes o próprio modelo de remuneração é radicalmente diferente do de uma agência criativa, sendo indexado à geração de leads ou vendas", afirma Duarte Vilaça, sócio da nova agência quando questionado sobre o que tinha motivado a criação de uma nova agência e não apenas a criação de um novo departamento digital dentro da Born.

A Gigantic tem outra estratégia: tem na mira um posicionamento internacional e outro tipo de clientes. "Com a Gigantic procuraremos a internacionalização para outros mercados europeus, ainda pouco desenvolvidos na área da performance digital, face a mercados como o Brasil ou os Estados Unidos", diz Duarte Vilaça.

"Os clientes da Gigantic também são bastante diferentes, enquanto a Born apenas pode trabalhar clientes com uma escala maior, a Gigantic pode apanhar clientes em fases iniciais do seu desenvolvimento, contribuir para o seu crescimento no mercado português e impulsionar a sua expansão para outros mercados. esta acaba por ser a missão da própria empresa, contribuir decisiva e diretamente para o crescimento das vendas dos seus clientes, através dos canais digitais: sejam eles Google, Facebook, Amazon ou outros", refere ainda.

A nova agência dispõe de uma equipa de consultores, estrategas e criadores digitais, "que irão estudar o contexto de cada indústria, desenhar e implementar campanhas de paid-media, e-commerce, e geração de leads."

"Possui neste momento sete colaboradores, prevendo chegar às 12 pessoas no primeiro trimestre de 2021. O mercado de recrutamento foi essencialmente brasileiro, dado o elevado grau de desenvolvimento do marketing de performance digital no Brasil", adianta Duarte Vilaça.

A empresa também oferece serviços de Inbound e gestão de CRM, através da parceria com a plataforma americana Hubspot, que permite às marcas assegurar a gestão da comunicação entre as várias equipas - marketing, comercial e atendimento - e os seus clientes ou potenciais clientes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de