comunicação

Guerra dos Tronos chega às eleições em Espanha. HBO não autoriza uso

Hold-The Door

Podemos, Ciudadanos, Juventude Socialista de Madrid e Partido Popular têm usado referências a A Guerra dos Tronos na campanha eleitoral em Espanha

O entusiasmo em torno de A Guerra dos Tronos está a contaminar as campanhas eleitorais em Espanha, com vários partidos a usar referências a personagens da série que estreou em abril a sua oitava e última temporada. Um uso não autorizado, frisa a HBO.

O partido Podemos de Pablo Iglesias, fã da série, foi um dos que usaram recentemente referências a Guerra dos Tronos, tendo publicado nas redes sociais um vídeo com a hashtag #HoldtheDoor, numa referência a Hodor, personagem da série, em que promete acabar com as portas giratórias do poder, noticia o El País.

Um uso não autorizado, garantiu a filial espanhola da HBO em resposta a uma pergunta colocada por um utilizador no Twitter. “Sabemos que A Guerra dos Tronos desperta paixões, mas não autorizamos o uso da nossa propriedade intelectual em nenhuma campanha política.”

Também o Ciudadanos usou referências à série – colocando Inés Arrimadas como Khaleesi numa fotomontagem no Instagram – ou a Juventude Socialista de Madrid, que combinou a tipografia da série com uma imagem de Pedro Sánchez.

Esta colagem da política à série não é um fenómeno exclusivo de Espanha, onde o Partido Popular também não conseguiu resistir ao apelo da série. Nos Estados Unidos, o presidente Donald Trump tem recorrido à estética de A Guerra dos Tronos para anunciar algumas das suas medidas. A última vez foi a 18 de abril, dia da estreia da nova temporada.

A resposta da cadeia norte-americana foi a mesma do que em Espanha: preferia não ver a série e o seu imaginário ser usado para fins políticos.

Baseada na obra de George R.R. Martin, A Guerra dos Tronos transformou-se num fenómeno à escala global, com a estreia das temporadas a serem seguidas por milhões de telespectadores em todo o mundo – em Portugal mais de 180 mil assistiram estreia da nova temporada no SyFy – sendo umas séries mais pirateadas.

Em Portugal, o primeiro episódio de A Guerra dos Tronos foi pirateado mais de 250 mil vezes, colocando Portugal na 34ª posição dos países que mais piratearam o primeiro episódio da série nas primeiras 24 horas. Em todo o mundo o episódio foi pirateado mais de 55 milhões de vezes, com a Índia, China e EUA a liderarem os países com maior número de acesso ilegais.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
mulher gravida

Não renovação de contratos com grávidas cresce 15%

mulher gravida

Não renovação de contratos com grávidas cresce 15%

Angel Gurria, secretário-geral da OCDE. Fotografia: EPA/Mario Guzmán

OCDE mais pessimista. Sinais vermelhos para a economia

Outros conteúdos GMG
Guerra dos Tronos chega às eleições em Espanha. HBO não autoriza uso