Isto só neste país. Um festival de Política com speed dating com deputados

Festival Política arranca na quinta-feira. Até domingo no São Jorge discute-se política e a Europa em ano de eleições europeias

Em ano de eleições europeias, na 3ª edição do Festival Política o tema não podia deixar de ser abordado no evento que decorre entre quinta-feira a domingo, no cinema São Jorge, em Lisboa.

Um speed dating com candidatos a deputados no Parlamento Europeu é um dos acontecimentos destacados por Rui Oliveira Marques, co-organizador do festival com Bárbara Rosa. Mas não só. Isto só neste país, um espectáculo de humor com Hugo van der Ding (Criada Malcriada), são outras das propostas.

As atividades têm entrada livre, estando algumas sujeitas a inscrição prévia, através do endereço festivalpolitica@gmail.com.

Depois de Lisboa, o festival segue para Braga (entre 9 e 11 de maio), onde este ano a representação da Comissão Europeia em Portugal organiza as comemorações do Dia da Europa, e Évora (entre 30 de maio a 01 de junho).

Leia na integra os destaques do Festival selecionados por Rui Oliveira Marques.

 

"5 destaques do Festival Política

1. Speed dating com candidatos ao Parlamento Europeu

Dia: 27 abril

Hora: 17h

“A um mês das eleições europeias damos o nosso contributo para que os cidadãos se possam encontrar cara-a-cara com candidatos ao Parlamento Europeu para durante cinco minutos lhes apresentarem ideias, propostas, mas também reparos ou críticas. Estas são as eleições em que apenas um terço dos portugueses vai votar, entre os mais jovens a taxa de abstenção chega aos oitenta por cento. A avaliar pelo ambiente pré-eleitoral que se está a viver, é de prever que estes números se mantenham. Ou sejam ainda piores,” comenta Rui Oliveira Marques.

2. The Trial: The State of Russia vs Oleg Sentsov, de Askold Kurov (cinema)

Dia: 26 abril

Hora: 18h30 26 Abril

Oleg Sentsov é um realizador de cinema ucraniano, detido em 2014 na Crimeia e condenado a 20 anos de prisão, acusado de planear atos terroristas contra o domínio russo na Crimeia. A Amnistia Internacional descreveu o processo judicial como um “julgamento injusto perante um tribunal militar”. Em 12 de dezembro de 2018, Oleg Sentsov recebeu do Parlamento Europeu o Prémio Sakharov para a Liberdade de pensamento, em reconhecimento e solidariedade para com a sua luta.

“Teremos no São Jorge uma exposição dedicada às mulheres vencedoras do Prémio Sakharov. São histórias de luta pela liberdade que merecem ser mais divulgadas”, destaca Rui Oliveira Marques.

Dia: 26 de abril

Hora: 21h30

Hugo van der Ding promete uma viagem sobre o que é ser europeu em vários países da Europa com muito preconceito à mistura: o nosso, o dele e o dos outros.

“É a primeira vez que levamos para o palco principal do São Jorge um espectáculo de humor. O festival nasceu para discutir política através do cinema, performances, atividades para crianças, música, teatro e debates. Entramos aqui num território completamente novo – até porque o Hugo van der Ding é provocador q.b. e promete expor os preconceitos que existem entre países europeu”, diz Rui Oliveira Marques.

Dia: 27 de abril

Hora: 15h30

Como é que a política europeia nos afeta enquanto utilizadores da internet? Como pode moldar a nossa liberdade criativa? Em ano de eleições, olhamos para os tão badalados quanto polémicos Artigos 11 e 13, mas também para outras questões legisladoras e reguladoras com repercussões digitais.

Participam DarkSunn (DJ e produtor de música eletrónica), Diogo Queiroz de Andrade (jornalista), Sofia Alves (representante da Comissão Europeia em Portugal), Eduardo Santos (presidente da D3) e Tito Rendas (assistente convidado e doutorando na Faculdade de Direito da Universidade Católica). Moderação de João Ribeiro (Shifter).

“Quando se pergunta aos jovens qual o principal tema que acham que está em cima da mesa em Bruxelas a resposta imediata é 'artigo 13'. Era inevitável revisitarmos o tema da diretiva dos direitos de autor", justifica Rui Oliveira Marques.

Saiba mais sobre o festival aqui

A campanha, criada pela FCB Lisboa, com produção da BRO e som da O Menino Grava, tem como base uma pergunta “Se nós portugueses gostamos de discutir tudo porque não discutimos a Europa?”

 

Veja mais aqui

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de