Líder da Apple quer mais combate às notícias falsas

Tim Cook defendeu ainda a criação de uma campanha pública de informação

As empresas tecnológicas devem reforçar o combate às notícias falsas. A posição foi defendida este sábado pelo presidente executivo da Apple, Tim Cook, em entrevista ao jornal Daily Telegraph. O líder da empresa de Cupertino pretende ainda que seja promovida uma grande campanha de informação.

"Todos nós, das empresas tecnológicas, temos de criar algumas ferramentas para ajudar a diminuir o volume de notícias falsas. Temos de tentar fazer isto sem afetar a liberdade de expressão e de imprensa, mas temos de fazer alguma coisa para ajudar o leitor", referiu Tim Cook em declarações citadas pela France24.

O líder da Apple defendeu ainda a criação de uma campanha pública de informação. "Precisamos de uma versão moderna de uma campanha de anúncios de serviço público. Isso pode ser feito rapidamente se houver vontade. Estamos a atravessar num período em que, infelizmente, algumas das pessoas que estão a ganhar são aquelas que estão a tentar ter mais cliques, não necessariamente as mais verdadeiras."

As declarações de Tim Cook foram prestadas no Reino Unido, depois de o líder da Apple ter sido recebido pela primeira-ministra britânica, Theresa May.

No início desta semana, Facebook, Google e várias agências noticiosas francesas juntaram-se para a campanha "Cross Check" (dupla verificação) para combater as notícias falsas durante as eleições em França.

 

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de