Marisa Matias e André Ventura com menor favorabilidade mediática junto dos comentadores

A Carma analisou conteúdos de opinião publicados ou transmitidos sobre os candidatos às Presidenciais para avaliar o seu grau de favorabilidade mediática. Candidatos de esquerda com o pior desempenho.

Marisa Matias e André Ventura são os candidatos presidenciais com menor favorabilidade mediática junto dos opinion makers nacionais, de acordo com um estudo da Carma. Marcelo Rebelo de Sousa lidera o ranking em termos de visibilidade mediática. Ana Gomes é a candidata mais influente no Twitter.

"A favorabilidade mais baixa é de Marisa Matias, devido à perceção de fraco desempenho nos debates, seguida de André Ventura, que foi bastante criticado nas análises e opiniões políticas devido à sua atitude negativa perante os restantes candidatos", refere a Carma sobre os candidatos do Bloco de Esquerda e do Chega à Presidência da República.

Depois de analisar os conteúdos de opinião publicados ou transmitidos entre os dias 1 e 17 de janeiro de 2021 - um total de 126 artigos de opinião e análise aos debates presidenciais publicados em imprensa, online, televisão e rádio - a Carma elaborou um ranking de favorabilidade sobre os candidatos.

O ranking resulta da combinação a quantidade de artigos publicados, da análise dos respetivos títulos; dimensão; fotos anexadas; mensagens positivas e negativas; e o tom geral do artigo, explica a empresa de media intelligence.

Qual a favorabilidade dos candidatos?

A candidata do Bloco de Esquerda surge no último lugar do ranking com um índice de favorabilidade de 45,14; seguido do candidato do Chega (45,33%), de Ana Gomes (46,90) e de João Ferreira, do PCP, a obter um índice de 49,65.

"Na mesma classificação, os candidatos com menor experiência política, Tiago Mayan Gonçalves e Vitorino Silva, partilham o pódio da favorabilidade com Marcelo Rebelo de Sousa", destaca a Carma. O atual Presidente da República lidera o ranking com um índice de 54,20.

"Tiago Mayan Gonçalves, do partido Iniciativa Liberal, pode ser descrito como a grande revelação destas eleições. O menos conhecido entre os aspirantes a Belém alcançou a segunda maior média de favorabilidade (53,78), seguido por Vitorino Silva, apoiado pelo partido RIR, que, apesar de ser o menos mencionado entre os comentadores, recebeu a terceira nota mais alta (51,77)", refere a Carma.

E quais os mais influentes no Twitter?

Marcelo Rebelo de Sousa não tem presença no Twitter. Rede onde Ana Gomes é a candidata mais influencer. Lidera o ranking da Carma, em termos de Engagement e Favorabilidade digital, não só em número de seguidores (109 mil), mas também no estatuto de Influencer. "As suas publicações foram as que registaram a soma mais elevada de engagement e cujas publicações tiveram o maior alcance".

Já André Ventura lidera o índice de Reach & Engagement, tendo sido o candidato que originou maior volume de publicações no Twitter. É também "o candidato mais mencionado em tweetse retweets dos opinion-makers mais e cujo respetivo engagement foi maior."

"Na escala da Favorabilidade, Tiago Mayan Gonçalves e Vitorino Silva são os candidatos em que a abordagem por parte dos analistas políticos é mais favorável, com os índices médios de favorabilidade mais positivos. Do lado oposto estão André Ventura e João Ferreira, onde a resposta mediática na plataforma social foi a mais negativa", refere a Carma.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de