Tech

NOS lança app para comprar bilhetes de cinema (e mais tarde) pipocas

Pipocas

Aplicação dá acesso às mais de 200 salas de cinema NOS do país

A NOS lançou uma aplicação que vai permitir comprar bilhetes de cinema e, mais tarde, até pipocas.

Com a aplicação Cinemas NOS, os clientes podem aceder à lista de filmes em cartaz, aos trailers e informação adicional sobre os filmes, aos destaques dos filmes mais vistos e às próximas estreias.

“Os utilizadores poderão registar desde logo as suas preferências, quer em termos de salas, quer de género de filmes, bem como fazer as suas próprias listas de filmes favoritos e ser notificados aquando das estreias”, explica a NOS.

Leia ainda: Pipocas. Nos cinemas NOS a pipoca “é caseirinha, cá de casa”

Disponível para o sistema operativo Android e iOS, a aplicação permite a compra de bilhetes nos 31 cinemas NOS e 218 salas em todo o país. O pagamento pode ser feito com MBWay, PayPal ou cartaão de crédito. Os clientes da operadora, com Cartão NOS ou WTF, mantém as vantagens para si e para o seu agregado familiar nas compras feitas por esta aplicação. “Para todos os utilizadores da app NOS Cinemas, e na sua primeira compra, há ainda a oferta de um pacote de pipocas”, refere ainda a empresa.

“Muito em breve”, promete a empresa sem precisar datas, será ainda possível comprar pipocas e outros artigos do bar através desta aplicação. “Haverá ainda um ponto de levantamento especial para produtos de bar comprados previamente por via digital”.

No primeiro semestre do ano, as salas de cinema portuguesas receberam 6.680.922 espectadores, um aumento de 0,9% face a igual período de 2018, segundo dados do ICA – Instituto do Cinema e Audiovisual.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
A ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho (D), e o secretário de Estado do Emprego, Miguel Cabrita (E). Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Salário mínimo de 635 euros? Dos 617 dos patrões aos 690 euros da CGTP

concertação

Governo sobe, sem acordo, salário mínimo até 635 euros em 2020

concertação

Governo sobe, sem acordo, salário mínimo até 635 euros em 2020

Outros conteúdos GMG
NOS lança app para comprar bilhetes de cinema (e mais tarde) pipocas