publicidade

Os anúncios milionários que marcaram o Super Bowl deste ano

Feb 4, 2018; Minneapolis, MN, USA; Recording artist Justin Timberlake performs at halftime in Super Bowl LII between the Philadelphia Eagles and the New England Patriots at U.S. Bank Stadium. Mandatory Credit: Kirby Lee-USA TODAY Sports
Feb 4, 2018; Minneapolis, MN, USA; Recording artist Justin Timberlake performs at halftime in Super Bowl LII between the Philadelphia Eagles and the New England Patriots at U.S. Bank Stadium. Mandatory Credit: Kirby Lee-USA TODAY Sports

Tão ou mais importante que a final do campeonato de futebol americano é o intervalo, onde as marcas lutam com milhões por uns segundos de atenção.

É um evento exclusivamente norte-americano, mas acompanhado, ano após ano, pelo resto do mundo. Tal como aconteceu nos anos anteriores, o Super Bowl deste ano contou com cerca de 190 milhões de espectadores espalhados pelo mundo. Deste total, cerca de 33% das pessoas que seguem a partida pela televisão estão mais interessadas na publicidade do que no jogo, segundo um estudo da Gallup.

Também de acordo com o relatório da AdGlow, uma multinacional espanhola especializada em redes sociais, os anúncios que interromperam jogo do passado domingo terão gerado receitas que rondam os 418 milhões de dólares. A Fox Business, contudo, vai mais longe e diz que a edição deste ano pode ter gerado lucros de 500 milhões de dólares. Este número, a confirmar-se, será então o novo recorde do evento.

Durante a pausa da final do campeonato de futebol americano, que juntou os New England Patriots, (antigos detentores do título) e os Philadelphia Eagles (os novos campeões), 30 segundos de publicidade não custaram menos de cinco milhões de dólares (4,63 milhões de euros).

O único número que escapa à regra é mesmo o da atuação principal do intervalo, que este ano coube a Justin Timberlake, a quem a Pepsi não pagou um único dólar pelo espetáculo.

A pressão sobre as marcas é, por isso, tão grande como o próprio jogo. E estes são os anúncios que marcaram o Superbowl deste ano. Nenhum deles têm menos do que um minuto, o que significa que aqulo que verá abaixo não custou às respetivas marcas menos de 10 milhões de dólares.

Confira alguns dos anúncios que mais ‘buzz‘ geraram durante o evento e, posteriormente, nas redes sociais:

  1. 1. Amazon

A assistente pessoal inteligente da Amazon, Alexa, ficou doente. Não há quem dê as informações do tempo, receitas culinárias ou música ambiente aos utilizadores da empresa de Jeff Bezos, que procura uma solução urgente. É-lhe sugerido que Alexa seja substituída, temporariamente, por algumas estrelas da televisão: a rapper Cardi B, o chef Gordon Ramsay ou o ator Anthony Hopkins. O resultado… não é o esperado.

2. Doritos e Mountain Dew

Duas das marcas favoritas dos norte-americanos entram em combate. Enquanto o ator Peter Dinklage (conhecido maioritariamente pela personagem que interpreta na série ‘Game of Trones‘) promove o novo sabor (Blaze) do snack, o mítico Morgan Freeman sugere, como acompanhamento aos Doritos, o Mountain Dew Ice. Ambos os atores fazem uma interpretação labial de dois sucessos do mundo do rap: Dinklage ‘cita’ “Look At Me Now,” de Chris Brown, Lil Wayne e Busta Rhymes, enquanto Freeman recorda ‘Get Your Freak On‘ de Missy Elliot.

3. Tide

Coube ao ator David Harbour, estrela da série ‘Stranger Things‘, promover a qualidade do detergente Tide, que deixa a roupa tão branca como… diamantes. “Se está limpo, só pode ser do Tide”, diz o mote do anúncio publicitário da marca, partindo da premissa de que, uma vez que todos os spots publicitários do SuperBowl são protagonizados por estrelas da televisão a usarem roupas limpas e engomadas, todos eles só podem ter recorrido à mesma solução: Tide.

4. Austrália

A saga d’O Crocodilo Dundee’, que remonta ao cinema da década de 80, foi toda ela gravada e de autoria australiana. O último filme da série foi gravado em 2001 e desde então que deixou de haver seguimento às aventuras do caçador Mick Dundee. O que a Austrália fez neste anúncio foi dar a entender que estava a ser gravada uma nova sequela, mas não. O intuito era mesmo promover o turismo aventureiro e histórico que o país oferece. Curiosamente, o anúncio foi de tal forma eficaz que já foi lançada uma petição online a pedir um novo capítulo da saga, baseado nas premissas do anúncio.

5. Jeep

Foi em muito graças aos filmes do ‘Jurassic Park’ que os carros da Jeep conseguiram a notoriedade que têm hoje em dia. O anúncio da fabricante automóvel quis celebrar isso mesmo – os clássicos. Por isso, Jeff Goldblum ficou encarregue de fugir de um T-Rex ao volante de um Jeep, algo que até consegue fazer… até perceber que está apenas num stand automóvel, preparado para um test-drive.

6. Skittles

Já imaginou o que seria um anúncio feito exclusivamente para uma pessoa? Pois bem, “às vezes, aquilo que não conhecemos é mais interessante que aquilo que já vimos”. Esse é o mote publicitário da Skittles, onde um pivô de informação anuncia, durante o noticiário, que o próximo anúncio da marca vai ser exclusivo para uma única pessoa, transmitindo assim a ideia do quão ‘sortudo’ é quem pode desfrutar dos pequenos doces avulsos.

7. Olimpíadas de Inverno

O orgulho americano no seu esplendor. A cadeia televisiva da NC promoveu as Olimpíadas de Inverno, que irá transmitir, recorrendo a atletas de sucesso pertencentes à pátria. O anúncio conta a história de quatro desses atletas que trabalharam arduamente até chegarem à tão desejada medalha de ouro na prova desportiva de maior relevo mundial.

8. Squarespace

Keanu Reeves faz parte do grupo daqueles que se acha demasiado velho para estar nas redes sociais e para lidar com a tecnologia de ponta. Contudo, coube ao ator protagonizar o anúncio da Squarespace, no qual surge a montar um site para promover a sua marca de motas, a Arch. Estará Reeves em casa? no escritório? Em nenhum deles. O protagonista de ‘Matrix‘ está sim no deserto, a assar marshmallows enquanto cria o seu endereço digital. “Até pode ser fácil ou difícil, mas, de qualquer das formas, tu és capaz”, diz o mote da plataforma online que ajuda os utilizadores a criarem o próprio site.

9. Altice e… Cristiano Ronaldo

A camisola tem o mesmo número – o 7 – mas o equipamento é de futebol americano. Cristiano Ronaldo entrou em campo no Super Bowl através da participação num anúncio no evento desportivo mais importante dos EUA. “Não está mau para a minha primeira vez a jogar futebol” [americano], escreve Cristiano Ronaldo no “post” na sua rede social Twitter em que revela o anúncio que protagonizou para uma empresa de telecomunicações e que foi transmitido no intervalo do Super Bowl.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
A presidente do Conselho das Finanças Públicas, Teodora Cardoso. TIAGO PETINGA/LUSA

Teodora Cardoso alerta para controlo da despesa na saúde

No segundo trimestre deste ano, o aeroporto de Lisboa movimentou 7,7 milhões de passageiros.

Aeroporto de Lisboa recebe mais de 7 milhões de turistas no segundo trimestre

António Ramalho (Novo Banco), Luís Pereira Coutinho (Banco Postal), Nuno Amado (BCP) e António Vieira Monteiro (Santander Totta). Fotografia: TIAGO PETINGA/LUSA

Transferências bancárias imediatas sim, mas com custos

Outros conteúdos GMG
Os anúncios milionários que marcaram o Super Bowl deste ano