eventos

Parque temático. Algés vai ser a nova casa do Pai Natal

Rui Madureira, Ivan Dias (do lado esquerdo do Pai Natal), e João Godinho à direita FOTO: D.R.
Rui Madureira, Ivan Dias (do lado esquerdo do Pai Natal), e João Godinho à direita FOTO: D.R.

São esperados meio milhão de visitantes no Passeio Marítimo de Algés, em dezembro. Christmas Fun Park vai investir seis milhões de euros

Se em dezembro o Passeio Marítimo de Algés lhe parecer um cenário de Natal de uma vila da Lapónia não se surpreenda. Rovaniemi, a pequena aldeia finlandesa, é a inspiração do Christmas Fun Park, que no final do ano vai nascer num recinto com 72 mil metros quadrados e ao qual são esperados meio milhão de visitantes. Um projeto no qual serão investidos seis milhões de euros e que até vai ter um “hino” de Natal: com Mia Rose e Miguel Cristovinho (dos D.A.M.A) a darem novas roupagens ao A Todos Um Bom Natal, tema cantado pelo Coro de Santo Amaro de Oeiras.

“O parque temático é um projeto com ambição internacional e que tem como objetivo contribuir para posicionar Lisboa como capital de turismo, criando momentos ao longo do tempo que atraiam visitantes”, justifica Rui Madureira, que juntamente com Ivan Dias e João Godinho são a equipa executiva do Christmas Fun Park.

A ideia de avançar um parque temático ligado ao Natal começou a ganhar raízes há um. “Analisamos o mercado de eventos do verão e achámos que estava já muito populado ao nível de festivais. Achámos que havia espaço para um projeto inovador na época do Natal”, justifica Rui Madureira.

Um parque temático e não uma aldeia de Natal. “Lisboa e Cascais já tinham iniciativas na área de Natal, a Câmara de Oeiras abraçou o projeto desde o primeiro dia, com o espaço e o patrocínio”, garante. “Depois o hino do Natal em Portugal é de Oeiras. Foi o Coro de Santo Amaro de Oeiras que criou o tema de Natal que todos conhecemos, A Todos Um Bom Natal. Agora convidamos a Mia Rose e o Miguel Cristovinho a dar novas roupagens”, comenta.

O parque temático vai ter uma Christmas Village aberta ao público, com um mercado de Natal – onde comerciantes locais ou entidades ligadas à responsabilidade social podem vender os seus produtos -, sendo a restante área de acesso pago. “O preço ainda não está definido, mas um euro de cada bilhete será destinado a causas sociais”, diz Rui Madureira.

A que vão poder assistir os cerca de 20 mil visitantes esperados diariamente no Christmas Fun Park, Rui Madureira não revela pormenores. Mas um Pai Natal made in Rovaniemi os visitantes vão ver de certeza, bem como muita neve e gelo, já que a organização fechou uma parceria com a vila finlandesa conhecida por ser a “casa do Pai Natal” e para onde convergem anualmente milhares de visitantes.

trair famílias nacionais, mas não só, está nos planos da organização, que está a abordar operadores turísticos que organizam voos charter para trazer visitantes ao Christmas Fun Park. O parque também apresenta uma oferta dirigida às empresas. Uma tenda, com capacidade para 1200 pessoas, pode receber os colaboradores das empresas que pretendam fazer um almoço ou jantar de Natal, com acesso à experiência de parque temático. O catering é assegurado pela Casa do Marquês.

“As empresas que temos vindo a abordar têm-se mostrado interessadas não só em fazer os encontros de Natal como também o kick off do ano. Por isso, desafiaram-nos a estender o prazo de abertura até 12 de janeiro”, adianta Rui Madureira.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Mário Centeno, ministro das Finanças e presidente do Eurogrupo. Fotografia: EPA/STEPHANIE LECOCQ

Peso da despesa com funcionários volta a cair para mínimos em 2020

26/10/2019 ( Nuno Pinto Fernandes/ Global Imagens )

Conselho de Ministros aprovou Orçamento do Estado

Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República portuguesa. Foto: REUTERS/Benoit Tessier

OE2020: PR avisa que é preciso “ir mais longe” em matérias como a saúde

Outros conteúdos GMG
Parque temático. Algés vai ser a nova casa do Pai Natal