publicidade

Pepsi retirou anúncio com Kendall Jenner. Nem a filha de Luther King gostou

Campanha com Kendall Jenner desagradou. A Pepsi já retirou o anúncio com criatividade interna.

A Pepsi já emendou a mão e já retirou o anúncio com a modelo Kendall Jenner que ninguém gostou. Nem a filha de Martin Luther King que num tweet criticou a marca que se apropriou de referências do movimento Black Lives Matter.

“A Pepsi estava a tentar projetar uma mensagem global de unidade, paz e compreensão. Claramente, falhamos o alvo e pedimos desculpa”, disse a empresa num post no Twitter. “Não tivemos a intenção de aligeirar nenhum tema sério. Estamos a retirar o conteúdo e a parar qualquer rollout posterior.”

A modelo Kendall Jenner colocou o anúncio no seu canal no YouTube, tendo gerado desde terça-feira mais de 3,1 milhões de visualizações nesta plataforma, mas nem entre os fãs da modelo da família Kardashian o anúncio gerou unanimidade: houve mais ‘não gostos’ do que ‘gostos’.

Com criatividade interna do Creators League Studio, o anúncio de cerca de 3 minutos mostra Kendall Jenner numa sessão fotográfica ao mesmo tempo que nas ruas decorre um protesto. Manifestantes sorridentes, animados, conseguem cativar a atenção da modelo que, retirando a peruca platinada, se junta à manifestação. O clímax ocorre quando Jenner oferece uma lata de Pepsi a um dos polícias que aceita e bebe.

Situação que dificilmente corresponde à realidade. E a onda de críticas à marca não se fizeram esperar. A Pepsi, acusam, apropriou-se de imagens de protestos reais e minimizou a luta de milhares de manifestantes. A filha de Martim Luther King também se juntou às críticas.

O anúncio faz parte da nova campanha Live For Now que parte do pressuposto de que se deve celebrar a vida agora. Parece que participar em protestos é um desses momentos. Mas a associação da marca a Jenner, modelo celebridade, possivelmente a posicioná-la como a nova cara da bebida, à semelhança do que foi Cindy Crawford, e o tem do anúncio caiu mal nas redes sociais.

Antes de rebentar a polémica, Jenner dizia sobre a sua participação na campanha.”Estou entusiasmada por me juntar aos ícones que representaram a sua geração e trabalharam com a Pepsi”, disse. “Para mim a Pepsi, é mais do que uma bebida – é um ícone da cultura pop e de lifestyle que partilha uma voz com a geração de hoje. O espírito da Pepsi – vivendo no momento – é algo em que acredito. Faço um esforço consciente na minha vida e nas minhas viagens de apreciar todas as experiências”, garantia em comunicado, citado pela AdWeek. Mas as redes não apreciaram o seu estatuto de celebridade associado ao tema.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
apple one

Apple One junta vários serviços, chega a Portugal mas com limitações. O que tem

A presidente da Comissão Europeia, Ursula Von Der Leyen no discurso do Estado da União. EPA/OLIVIER HOSLET

Regra europeia poria salário mínimo português nos 663 euros

A  90ª edição da Micam, a feira de calçado de Milão, está agendada para os dias 20 a 23 de setembro, com medidas de segurança reforçadas. Fotografia DR

Calçado. Micam arranca este domingo e até há uma nova marca presente

Pepsi retirou anúncio com Kendall Jenner. Nem a filha de Luther King gostou