Automóvel

Peugeot escolhe Portugal para apresentação mundial de nova carrinha

Peugeot 508 SW foi apresentado na semana passada no Salão Automóvel de Paris. (REUTERS/Regis Duvignau)
Peugeot 508 SW foi apresentado na semana passada no Salão Automóvel de Paris. (REUTERS/Regis Duvignau)

Peugeot 508 SW será conduzida por 500 jornalistas de 31 países em novembro e dezembro. Percurso inclui passagens por Lisboa, Sintra e Cascais.

Portugal voltou a ser escolhido para a apresentação mundial de automóveis. A Peugeot vai mostrar a nova geração da carrinha 508 SW entre 19 de novembro e 7 de dezembro a cerca de 500 jornalistas de 31 países, que farão testes dinâmicos a este veículos. Lisboa, Cascais e a serra de Sintra serão as três paragens deste percurso.

“O nível de qualidade do acolhimento luso, das estradas em que serão testadas as qualidades dinâmicas deste modelo inovador para o segmento D e das infraestruturas hoteleiras da região, bem como o clima ameno são os fatores que pesaram na decisão dos responsáveis da marca”, justifica a marca francesa em nota enviada às redações esta quarta-feira.

Esta é a quinta vez em seis anos que a Peugeot escolhe Portugal para a apresentação mundial de um modelo. A carrinha 508 SW foi apresentada oficialmente no Salão Automóvel de Paris na semana passada e estará à venda na Primavera de 2019.

As estradas portuguesas têm sido escolhidas nos últimos anos por várias marcas mundiais para a apresentação de novos modelos, como são os casos da Mercedes, KIA e Volkswagen.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

O ministro das Finanças, Mário Centeno, fala durante conferência de imprensa sobre a proposta do Orçamento do Estado para 2019 (OE2019), realizada no Salão Nobre do Ministério das Finanças, em Lisboa, 16 de outubro de 2018. Na proposta de OE2019, o Governo estima um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2,2% no próximo ano, uma taxa de desemprego de 6,3% e uma redução da dívida pública para 118,5% do PIB. No documento, o executivo mantém a estimativa de défice orçamental de 0,2% do PIB no próximo ano e de 0,7% do PIB este ano. RODRIGO ANTUNES/LUSA

IRS: Escalões vão absorver parte do aumento salarial de 2019

António Costa, que cumprimenta João Oliveira, com Jerónimo de Sousa e Catarina Martins© Lusa

Quanto valem as medidas negociadas à esquerda?

Outros conteúdos GMG
Peugeot escolhe Portugal para apresentação mundial de nova carrinha