Criativos no Mundo

Português John Filipe junta-se ao grupo do realizador de Blade Runner

John Filipe

O diretor de arte e realizador português passou a ser representado pelo grupo criado pelo realizador Ridley Scott

O criativo português John Filipe é a mais recente contratação do Ridley Scott Creative Group, o grupo que agrega todas as empresas criadas pelo realizador de Blade Runner, confirmou o Criativo do Mundo ao Dinheiro Vivo.

O convite do grupo fundado pelo realizador de Gladiador surge no momento em que foi anunciado que o Ridley Scott Creative Group, fundado em junho do ano passado, iria expandir operações para o mercado europeu, com a abertura de um escritório em Amesterdão.

Saiba mais sobre o grupo aqui

“O convite surgiu literalmente no dia em que eles anunciaram e fizeram por cá a festa de inauguração”, lembra John Filipe. “No dia seguinte tinha uma mensagem para me encontrar com eles e o produtor, Ross Plummer, convidou-me a assinar”, continua. “À noite já tinha um briefing para trabalhar uma marca”, diz o realizador.

Leia ainda: “Quem colocar o coração na ambição vai perseguir isso sem olhar fronteiras”

O Ridley Scott Creative Group reúne sob o mesmo chapéu a RSA Films (produtora de filmes publicitários), a Black Dog (produtora de vídeo clips, documentários), a Scott Free (produtora de filmes como Man on Fire ou série de televisão como Good Wife) ou a produtora Darling.

Com trabalho de direção de arte e realização, John Filipe mudou em 2014 a sua sede criativa para Amesterdão, depois de ter sido selecionado para o programa The Kennedys, através do qual entrou na Wieden +Kennedy de Amesterdão. Esteve ligado à agência de publicidade de junho 2014 a julho de 2018, tendo realizado campanhas para marcas como a Nike. Desde então, tem vindo a trabalhar como diretor criativo e realizador independente.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
mulher gravida

Não renovação de contratos com grávidas cresce 15%

mulher gravida

Não renovação de contratos com grávidas cresce 15%

Angel Gurria, secretário-geral da OCDE. Fotografia: EPA/Mario Guzmán

OCDE mais pessimista. Sinais vermelhos para a economia

Outros conteúdos GMG
Português John Filipe junta-se ao grupo do realizador de Blade Runner